Publicidade
Marmoaria

Diário X

25 de outubro de 2020
Aqui tem a Verdadeira Notícia
34º 22º
Coxim/MS
32º 21º
Campo Grande/MS
25º 17º
São Paulo/SP
24º 17º
Brasília/DF

Economia

Gol tem prejuízo de R$ 120 milhões no segundo trimestre

1 AGO 2019Por Redação13h:56

A companhia aérea Gol fechou o segundo trimestre deste ano com prejuízo líquido de R$ 120,8 milhões, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (1º). Três meses antes, a empresa havia reportado lucro de R$ 35,2 milhões. O resultado refere-se aos ganhos atribuído aos acionistas, antes de participação minoritária.

Já o resultado após a participação minoritária ficou negativo em R$ 194,6 milhões no segundo trimestre. Na comparação com o mesmo período de 2018, houve melhora nos números: naquele trimestre, a empresa teve perda de R$ 1,9 bilhão depois da participação minoritária, e de R$ 1,87 bilhão antes dela.

Apesar do resultado negativo, receita líquida aumentou 33,4% em relação ao mesmo período do ano anterior, para o recorde trimestral de R$ 3,1 bilhões.

A receita por passageiro quilômetro transportado aumentou 11,7% totalizando 9,3 bilhões no segundo trimestre, impulsionado pelo crescimento de 8,9% no número de passageiros transportados, enquanto o crescimento em assento quilometro ofertado (ASK) foi 6,5%.

De abril a junho, a empresa transportou mais de 8 milhões de clientes, um crescimento de 9% comparado com o mesmo período do ano anterior, resultando em um market share doméstico de 38%, segundo dados da ANAC, no mercado doméstico brasileiro.

"A forte demanda dos clientes, principalmente no mercado corporativo, aliada à nossa disciplina de capacidade, nos permitiu um resultado operacional excepcional no segundo trimestre, tradicional período de baixa temporada em viagens aéreas no Brasil”, comentou, em nota, o Diretor Presidente da Gol, Paulo Kakinoff.

Recompra de ações

De acordo com o Valor Online, o conselho de administração da Gol aprovou um plano de recompra de até 3 milhões de ações preferenciais. Esse volume corresponde a até 1,1182% do total de ações preferenciais da Gol e até 2,2275% das ações em circulação.

A compra será feita na B3, a preço de mercado. A Gol possui atualmente 268,3 milhões de ações preferenciais em circulação e 6.390 ações preferenciais já mantidas em tesouraria.

A aquisição de ações poderá ser realizada no prazo de até 12 meses. A recompra terá início hoje e término em 31 de julho de 2020.

Fonte: G1

Publicidade
.

Leia Também