CENARIO
Logo Diario X
Aqui tem a Verdadeira Notícia
17 de julho de 2024
Coxim
24ºC

Política

Para Mochi, 2017 será de desafios e união de esforços por MS

3 FEV 2017Por Assessoria12h:16

Passados momentos considerados críticos na economia e no cenário político nacional, ao longo de 2016, o novo ano Legislativo também exigirá união de esforços dos agentes públicos, na avaliação do presidente da Assembleia Legislativa, Junior Mochi (PMDB). O deputado lembrou, na manhã desta quarta-feira (1/2), que o ano passado foi marcado por recessão econômica e o afastamento da então presidente Dilma Rousseff (PT), entre outros fatos nacionais com repercussões regionais. “Foram circunstâncias externas que chegaram até aqui e sabemos que 2017 não será um ano fácil, porque ainda continuamos com dificuldades com relação ao ajuste fiscal, nos governos federal e estadual, e vamos ter que discutir esses temas aqui”, ressaltou.

Segundo Mochi, os desafios credenciaram os agentes públicos a enfrentar este ano de forma eficiente. “Apesar das dificuldades, hoje estamos entre os sete estados do Brasil com a folha em dia, cumprindo minimamente as obrigações, e manter isso exigirá de nós muita serenidade, sensatez e equilíbrio, porque precisamos que o Estado tenha fôlego e capacidade de investimento para contribuir e fomentar o desenvolvimento econômico e social”, analisou.

A abertura da 3ª Sessão Legislativa da 10ª Legislatura será realizada nesta quinta-feira (2/2), às 8h30, com a presença de autoridades, deputados estaduais e do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que apresentará a mensagem do Governo do Estado aos deputados estaduais, conforme o artigo 89, inciso XI, da Constituição Estadual.

Reestruturação

Mochi garantiu que a Assembleia Legislativa está fazendo o dever de casa e se reestruturando para reduzir o custeio e aprimorar os serviços prestados ao cidadão. “Estamos diante de um novo momento, em que vamos gradativamente diminuir o número de comissionados, realocar os servidores e buscar cada vez mais eficiência em todos os setores, inclusive com planos de metas”. A nova reforma administrativa foi discutida pela manhã, durante reunião dos membros da Mesa Diretora e líderes de bancada.

O presidente informou que o ponto digital, implantado hoje, monitorará a presença dos servidores comissionados e efetivos do Legislativo. “Por meio do Ato 107/2015, já havíamos instituído o controle nominal de frequência dos funcionários da instituição Assembleia Legislativa, por meio de livro ponto, e o digital já estava previsto, de forma a garantir efetividade no cumprimento de jornada”, afirmou. A Casa de Leis realizou o processo de contratação da empresa para implantação do ponto digital, por dispensa de licitação, conforme consta no artigo 24º, inciso 2º da Lei 8666/93, que prevê a dispensa de licitação para valores abaixo de R$ 8 mil. Foram investidos na implantação do ponto digital R$ 6.680,00, após a cotação de três empresas para a prestação do serviço.

M9

Leia Também