CENARIO
Logo Diario X
Aqui tem a Verdadeira Notícia
19 de maio de 2024
Coxim
24ºC

Política

Deputados reclamam de projetos "sem importância" debatidos no Legislativo

"Temos tantas outras prioridades para debatermos", diz parlamentar

2 MAI 2018Por Redação/TR17h:17

Debate sobre projeto de lei que determina novas nomenclaturas para ponte e prédio de município e cidade em Mato Grosso do Sul termina em discussão entre deputados estaduais durante sessão desta quarta-feira (02), na Assembleia Legislativa. As duas matérias foram aprovadas e seguem para sanção do governador, Reinaldo Azambuja (PSDB). Alguns parlamentares consideraram as matérias sem importância.

 De autoria do parlamentar Felipe Orro (PSDB) e outro do Ministério Público Estadual (MPE), as duas matérias foram debatidas. A primeira diz respeito a denominação de Ataliba Ferreira sobre a ponte do Rio Santo Antônio que fica no município de Guia Lopes da Laguna, a outra proposta visa denominar o edifício-sede da Procuradoria Geral de Justiça do Estado de Procurador de Justiça Fadel Tajher Iunes, em homenagem ao ex-procurador-geral de Justiça, que morreu em 2017.

O debate começou com a crítica do parlamentar petista Amarildo Cruz.  “Mato Grosso do Sul tem rio para tudo quanto é lado e temos tantas outras prioridades para debatermos aqui”, reclamou Amarildo.

Correligionário do petista, Cabo Almi também considerou sem importância a proposta. “Se o rio já tem nome, pra que colocar nome na ponte? Não devia colocar matérias dessa natureza [para debater]”, acrescentou Almi.

O autor da matéria defendeu que só atendeu pedido da população. “Nunca houve discussão nesses termos e homenagens póstumas são obrigações da Casa, pois são obras estaduais”, declarou Orro.

Com 12 votos a 6 o texto foi aprovado e o projeto de lei que denomina de Ataliba Ferreira a ponte sobre o rio Santo Antônio segue para sanção do governo.

Já o projeto de lei de autoria do MPE, apesar da discussão, todos os parlamentares votaram a favor da proposta, sem objeções.

OUTRO PROJETO

Ainda durante a sessão ordinária, o deputado Amarildo Cruz pediu vistas do projeto de lei, do deputado Renato Câmara (MDB), que dispõe sobre a validade e procedimentos pertinentes à emissão de notas fiscais por pescadores profissionais no Estado. A proposta obteve parecer favorável na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) e voltará à ordem do dia desta quinta-feira (3) para votação.

Fonte: Correio do Estado

M9

Leia Também