Campanhe dengue COXIM topo das matérias
Logo Diario X
Aqui tem a Verdadeira Notícia
28 de maio de 2022
23º 11º
São Paulo/MS

Polícia

Polícia confirma que criança foi estuprada por avô ferido a tiros por vingança

A avó da vítima de 3 anos foi morta no atentando encomendado pela mãe da criança

12 MAI 2022Por Redação/PL18h:00

Laudo pericial comprovou que a menina de 3 anos foi estuprada e o principal suspeito pelo crime é o avôdrasto, Elias Moreira do Santos, de 55 anos. O caso aconteceu em Costa Rica, distante 326 quilômetros de Campo Grande.

Ele e a mulher, Silvana Inácio Garcia, de 46 anos, avó de sangue da menina, foram feridos a tiros por vingança na última segunda-feira (9), na casa onde viviam, na Rua Rio Grande do Sul, no Bairro Sonho Meu IV. Silvana morreu no local. Elias foi transferido à Santa Casa da Capital, onde continua internado recebendo atendimento médico.

A mulher de 22 anos, suspeita de ter mandado matar Silvana e o companheiro dela, Elias, alega que encomendou os assassinatos por vingança. Ela afirmou que o sobrevivente abusou sexualmente da filha dela e a esposa dele teria dado cobertura. "O laudo deu positivo e o caso segue sob investigação", afirmou nesta manhã, Caique Ducatti, delegado responsável pelo caso. Elias é o principal suspeito pelo crime.

Ainda na segunda-feira, horas após o crime, além de prenderem a jovem mandante do crime, policiais civis e militares da cidade prenderam em flagrante rapaz de 21 anos e apreenderam um dos adolescentes envolvidos. De acordo com a apuração policial, a mãe da vítima de violência sexual induziu dois garotos, ambos de 16 anos, a cometerem o duplo homicídio. Já o mais velho foi chamado para ajudar na fuga e ajudou a comprar munições usadas no crime.

Assassinato - No dia crime, ocorrido na madrugada de segunda-feira (9), um dos adolescentes, que é filho do ex-cunhado de Elias, chamou pelo “tio” e pediu para ir ao banheiro. No momento em que o alvo virou de costas, ele efetuou os disparos. Depois, passou a arma para que o outro adolescente continuasse atirando e os dois foram até o quarto onde estava Silvana e também a atingiram.

Viviane Oliveira e Mirian Machado - Campo GrandeNews 

Ceres

Leia Também