CENARIO
Logo Diario X
Aqui tem a Verdadeira Notícia
19 de maio de 2024
Coxim
24ºC

Polícia

Mais um suspeito é apreendido após assassinato em boate de Sonora

Arma utilizada no crime foi localizada e apreendida.

16 ABR 2024Por Redação/EC10h:41

A Polícia Civil avançou nas investigações do trágico incidente ocorrido na boate Top Dance, em Sonora, resultando na morte de uma funcionária e atingindo um adolescente de 13 anos. Atualizações recentes revelaram que três indivíduos foram detidos por seu envolvimento no crime, sendo identificados como P.H.C.A (17 anos), G.H.G.C (16 anos) e V.G.S.S (16 anos).

Conforme investigações da Polícia Civil, os suspeitos teriam colaborado em uma emboscada planejada contra o adolescente de 13 anos. Ele foi inicialmente atingido na perna enquanto estava fora do estabelecimento, buscando refúgio dentro da boate. 

Os agressores voltaram ao local e dispararam novamente, resultando na morte da funcionária da boate, uma jovem de 19 anos, que foi fatalmente atingida por um disparo no peito durante o ataque. A investigação inicial indicou que os suspeitos, associados à facção criminosa Comando Vermelho, visavam um rival pertencente ao Primeiro Comando da Capital (PCC).

As autoridades conseguiram identificar os suspeitos por meio de uma análise meticulosa das imagens de várias câmeras de monitoramento próximas ao local. A Polícia Civil continua a apuração das participações individuais dos detidos no crime.

O município de Sonora tem sido palco de uma intensa rivalidade entre facções criminosas em relação ao controle do tráfico de drogas, o que tem gerado uma série de episódios violentos recentes na região. A presença policial está sendo intensificada como parte dos esforços para conter a escalada de violência.

As equipes da Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico (Denar), Polícia Militar e perícia local permanecem ativas na investigação. Mais atualizações serão fornecidas à medida que a polícia avança nas diligências.

Mais um suspeito é apreendido após assassinato em boate de Sonora

Na sequência das investigações sobre o trágico incidente ocorrido na boate Top Dance, em Sonora, uma nova prisão foi efetuada nesta segunda-feira (15). Um adolescente de 16 anos, identificado pelas iniciais P.L.P.deS., foi detido após a polícia localizar a arma utilizada no crime enterrada nos fundos de sua residência, situada na avenida Wilson Barbosa Martins. 

O assassinato ocorreu na madrugada do último domingo (14), resultando na morte de uma funcionária da boate e ferindo um adolescente de 13 anos. Inicialmente, três indivíduos foram detidos por seu envolvimento no crime, conforme reportado anteriormente.

Segundo a Polícia Civil, a investigação indicou que os suspeitos agiram em colaboração para emboscar o adolescente de 13 anos. Após o primeiro ataque, onde a vítima foi baleada na perna, os agressores retornaram ao local e efetuaram disparos adicionais, resultando na morte da funcionária da boate, uma jovem de 19 anos.

A Polícia Civil revelou que os suspeitos têm associação com a facção criminosa Comando Vermelho, estando envolvidos em uma rivalidade com membros do Primeiro Comando da Capital (PCC). A escalada de violência relacionada ao tráfico de drogas tem sido uma preocupação crescente na região de Sonora.

As autoridades continuam a investigar individualmente a participação de cada detido no crime, com o apoio da Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico (Denar), Polícia Militar e equipes de perícia local. Medidas adicionais estão sendo tomadas para conter a atividade criminosa na área.

Este é um desdobramento significativo nas investigações em andamento, e novas informações serão divulgadas conforme a polícia progride nas diligências para esclarecer os eventos ocorridos na boate Top Dance.

Idest

M9

Leia Também