CENARIO
Logo Diario X
Aqui tem a Verdadeira Notícia
14 de junho de 2024
Coxim
24ºC

Polícia

Campo-grandense fã de Taylor Swift é morto a facadas em Copacabana

Gabriel Mongenot estava no Rio de Janeiro para assistir apresentação da cantora norte-americana; suspeito foi preso

20 NOV 2023Por Redação/PE06h:00

Natural de Campo Grande, Gabriel Mongenot Santana Milhomem Santos, de 25 anos, foi morto a facadas em Copacabana, no Rio de Janeiro, e encontrado na madrugada deste domingo (19). Ele estava na cidade para assistir ao show da cantora norte-americana Taylor Swift. Um suspeito do crime identificado como Jonathan Batista Barbosa foi preso horas depois na mesma região.

Os shows da cantora norte-americana acontecem no Estádio Nilton Santos, o Engenhão, na Zona Norte do Rio. Contudo, a apresentação foi adiada pouco antes da abertura dos portões.

Segundo a Polícia Militar, o corpo do jovem foi encontrado na areia da praia, na esquina da Rua Figueiredo de Magalhães com a Avenida Atlântica. Gabriel tinha perfurações de objeto cortante e os pertences não foram encontrados. Dois homens são suspeitos do crime. O caso é tratado como latrocínio, roubo seguido de morte.

A PM informou, ainda, que um dos suspeitos foi preso na mesma região algumas horas depois do crime. Jonathan Batista Barbosa tem passagens criminais pelos crimes de porte de arma de fogo, roubo, furto, lesão corporal, homicídio e receptação. Ele já havia sido preso, no entanto, a Justiça concedeu um alvará de soltura ao suspeito neste sábado (18), segundo o jornal O Dia.
 
Um amigo de Gabriel comunicou a família, que mora em Campo Grande. Atualmente, o garoto residia em Belo Horizonte, em Minas Gerais, onde fazia faculdade de Engenharia Aeroespacial. Em Mato Grosso do Sul, ele chegou a cursar Medicina pela UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), mas desistiu.

Gabriel Mongenot é filho de Inês Mongenot Santana, secretária adjunta da SAS (Secretaria de Assistência Social) de Campo Grande.

Show - Sábado (18), o Corpo de Bombeiros realizou mais de 50 atendimentos ao público a fãs que aguardavam a abertura dos portões neste sábado (18), ainda conforme apurado pelo jornal carioca. Pelo menos 11 pacientes foram encaminhados em estado grave para o Hospital Municipal Salgado Filho e para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Engenho Novo.

Na sexta-feira (17), outra sul-mato-grossense morreu após passar mal. A estudante de psicologia, Ana Clara Benevides, de 23 anos, teve uma parada cardiorrespiratória durante o show de Taylor Swift. A jovem era natural de Sonora.

O show de sábado foi adiado para segunda-feira (20), mas a apresentação deste domingo (19) está sendo realizado.

M9

Leia Também