Diário X

16 de outubro de 2019
Aqui tem a Verdadeira Notícia

Estado MS

ONG Bocas Abertas do Caronal comemora resultados positivos em 2019

5 OUT 2019Por Redação20h:41

Constituída no dia 13 de outubro de 2017 em evento público na cidade de Coxim e oficialmente criada em 21 de maio de 2018, a ONG socioambiental Bocas Abertas do Caronal vem atuando fortemente contra os fechamentos de baías no Caronal, região localizada entre as cidades de Coxim e Corumbá no pantanal sul-mato-grossense.

A referida ONG já vem desenvolvendo projetos importantes no município, entre as ações estão as várias denúncias de crimes ambientais como, por exemplo, o lixão clandestino no bairro Vale do Taquari, maus tratos de animais, desmatamento ilegal em APPs, pesca predatória com redes, tarrafas e outros apetrechos ilegais, entre outras.

Além dessas ações emergenciais a ONG também atua de forma exortativa orientando e prevenindo a população sobre possíveis crimes ambientais. O grupo de ambientalistas é formado por agentes das mais variadas áreas e de vários locais no Mato Grosso do Sul e outros estados da federação entre eles, pescadores, turistas, empresários, profissionais liberais, artistas, ribeirinhos e outros, dessa forma, facilitando e garantindo resultados imediatos.

Essa prática de fechamento de bocas de baías na região conhecida como Caronal vem sendo realizada há mais de 40 anos, bem antes da divisão do Estado de Mato Grosso do Sul, e denunciada por ambientalistas nas mídias da região. Com a criação da ONG de forma oficial e jurídica em maio de 2018, o trabalho vem sendo ampliado e os resultados já estão aparecendo.

A ONG ainda não é tão conhecida, porém vem atuando em loco contra esses crimes e a população já vem gozando de seus benefícios, portanto só de se ter aberto algumas bocas de baías a população de Coxim em 2018 e em 2019 experimentou algo que há muito tempo não se via, muitas pessoas colhendo de nossos rios grande quantidade de peixes.

No grupo de amigos da rede social WhattSApp, criado pela ONG, há centenas de adeptos e há também inúmeras fotos e depoimentos de pescadores e turistas agradecendo e referendando o trabalho da entidade “que começou como um movimento despretensioso em defesa do rio”.

O presidente da ONG, Márcio Ferreira Vaz reitera a preocupação da defesa do meio ambiente e das belezas cênicas da região, como o rio cênico das monções e outros atrativos que fazem de Coxim uma cidade diferenciada nos quesitos, turismo pesqueiro, ecológico, de contemplação e de aventura tais como: prática de rapel em cachoeiras e paredões, passeios de chalana, caiaque aventura, caiaque de expedições, pesca de caiaque, entre outros.

Para Márcio Vaz, qualquer ação que prejudique o meio ambiente será combatida doa a quem doer. Ele acredita que em curto espaço de tempo a população da região já estará colhendo ainda mais os frutos de uma ação efetiva e conjunta em defesa da vida e do nosso ecossistema.

Fonte: Diário do Estado / Assessoria

Publicidade
Banner Parceiros

Leia Também