Publicidade
Point do suco

Diário X

16 de abril de 2021
Aqui tem a Verdadeira Notícia
34º 21º
Coxim/MS
32º 20º
Campo Grande/MS
27º 15º
São Paulo/SP
29º 15º
Brasília/DF

Saúde

Com mais 426 confirmações em uma semana, MS tem 2.406 casos de dengue em 3 meses

Estado já registrou cinco mortes por dengue em 2021, 17 municípios estão na faixa vermelha da doença

8 ABR 2021Por Redação/ Talyta Rodrigues16h:17

Mato Grosso do Sul confirmou mais 426 casos de dengue em sete dias, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado (SES), nesta quarta-feira (7). Ao todo, já são 2.406 confirmações da doença no Estado desde o começo do ano.

Os municípios que registraram a maior quantidade de casos confirmados são: Três Lagoas (732), Corumbá (421), Rio Brilhante (210), Campo Grande (161) e Antônio João (128). 

No Estado, 17 municípios estão na faixa vermelha da doença, com alta incidência, sendo elas: Antônio João, Camapuã, Bataguassu, Corumbá, Ladário, Selvíria, Três Lagoas, Paraíso das Águas, Água Clara, Inocência, Rio Brilhante, Figueirão, Aparecida do Taboado, Ivinhema, Santa Rita do Pardo, Brasilândia e Deodápolis.  

Em três meses foram registrados cinco óbitos por dengue no Estado, nos municípios de Dourados, Campo Grande, Corumbá, Três Lagoas e Caarapó. 

De acordo com o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, é importante que a população mantenha as residências limpas para evitar a proliferação do mosquito. 

“Nós estamos cobrando dos municípios ações contra a dengue, que é uma doença sazonal, muito presente nesses primeiros meses do ano. Compramos equipamentos que nunca na história do Estado foram disponibilizados, como bombas intercostais, para tratamento domiciliar e até para o fumacê, então acreditamos que esse ano vai ter um menor impacto que os anos anteriores”, explica.

ANO PASSADO

Conforme os dados dos boletins estaduais, entre o primeiro e o último dia de 2020, foram registrados 41.378 confirmações de dengue e 42 mortes.

Mato Grosso do Sul permaneceu por meses e fechou o ano ocupando o 2º lugar entre os estados do Brasil em alta incidência de casos de dengue. Observando as atualizações, foi possível notar que todos os 79 municípios do estado encerraram o período na faixa vermelha da doença.  

As cidades que registraram maior incidência foram: Campo Grande, Ponta Porã, Três Lagoas, Corumbá, Amambaí e Dourados.

Mesmo assim Campo Grande teve uma queda de 30% no número de casos, em relação ao ano anterior. Foram registrados 13.141 confirmações de dengue e 7 óbitos.

Conforme explicou a secretaria municipal de Saúde, "o saldo positivo é reflexo das ações de enfrentamento ao mosquito Aedes aegypti realizadas ao longo do ano, mesmo com a pandemia de Covid-19."

Rafaela Moreira - Correio do Estado

Publicidade
Chicão

Leia Também