Recall TAVEL
Logo Diario X
Aqui tem a Verdadeira Notícia
21 de setembro de 2021
41º 28º
Coxim/MS
39º 27º
Campo Grande/MS
33º 21º
São Paulo/SP
33º 19º
Brasília/DF

Esportes

Isabelly é a primeira mulher a narrar jogo de futebol em Mato Grosso do Sul

15 ABR 2021Por Emilly Constanci23h:01

Isabelly Melo tem apenas 23 anos e se tornou um marco histórico para o esporte regional. Jornalista, ela foi a primeira mulher a narrar um jogo de futebol profissional em Mato Grosso do Sul. Cuidando de cada detalhe da partida, Isabelly não só teve a honra de narrar o seu primeiro jogo de futebol, como também acendeu a luz de esperança para várias outras mulheres que buscam espaço no mundo esportivo.

A quarta-feira (14) foi de grandes emoções para Isabelly, porque no mesmo dia em que fez a sua primeira narração, também se tornou a primeira mulher do Estado a realizar o trabalho. Não bastasse isso, ontem completou 80 anos do decreto-lei 3.199, baixado pelo então presidente Getúlio Vargas, que impediu, de 1941 a 1979, que mulheres jogassem bola no Brasil. Agora, Isabelly entra para a lista de pessoas que se tornaram símbolos de resistência aos paradigmas patriarcais.

O jogo de ontem foi a primeira partida da final entre o Grêmio Santo Antônio e Náutico, no Campeonato Sul-Mato-Grossense Sub-17. Com direito a pênalti e golaços, a estreia de Isabelly foi um momento muito importante para ela. Tanto é que, na quinta-feira (15), a própria Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) entrou em contato avisando sobre a conquista da jovem.

“Eu nunca tinha vivido essa experiência, não tinha nem treinado e fui com a cara e coragem, então foi uma emoção muito grande. Eu estou muito feliz, dá uma motivação para continuar trabalhando”, contou Isabelly.

Apaixonada por esporte, ela foi a única mulher presente na cabine do estádio enquanto acompanhava a partida. Com uma recepção muito positiva e encorajadora, foi um marco para sua vida.

 “Acredito que é um pontapé inicial para as pessoas começarem a se acostumar mais com essa ideia. Espero que eu não seja a única, é muito legal ver que as mulheres estão tendo espaço porque o que falta mesmo é oportunidade. O que tem de mulher querendo falar sobre esporte, é o que não falta”, disse a jornalista.

Quer conferir como foi a partida narrada pela jovem? Clique aqui e assista ao jogo

Nathália Rabelo - Midiamax 

Ceres

Leia Também