Diário X

11 de novembro de 2019
Aqui tem a Verdadeira Notícia

Entrevista

PDT de Alcinópolis pode ter pré-candidato a prefeito

22 SET 2019Por Redação18h:15

De acordo com Edilson Cotonette do PDT de Alcinópolis, o partido pode ter pré-candidato próprio a prefeito. Ele fala que o PDT é um partido grande e tem que pensar em lançar candidato sim, salientou, e Cotonette respondeu às seguintes perguntas:

1- Como você avalia a administração atual do prefeito Dalmy?

Ele está fazendo um bom governo, e tem uma aprovação muito consistente. Vem fazendo com muita eficiência melhorias em várias áreas da administração, dentro do costume de outras gestões, procurando melhorar a saúde, que é uma das bandeiras de campanha.

Mas todos sabem das dificuldades em relação a manter a saúde no patamar que a população merece, mas conseguiu avanços, colocando em funcionamento, mas não sempre eficiente o Raio X para traumas, o ultra som, retorno depois de muito tempo,  de um profissional de fonoaudiologia, um especialista a cada 15 dias de cardiologia, no mais o de sempre, as viagens para Coxim e Campo Grande com os pacientes, os exames rotineiros e agendas das consultas, etc.

Um ponto a se destacar é o convênio com a Cassems para os funcionários, com uma participação efetiva do Sindicato dos Servidores Municipais.

Na educação, segue o abc da LDB -  Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, não vi nada de novidade. Na Obra o atual secretário é membro do PDT e também como de costume, renovando frota e cuidando bem das estradas rurais.

Na Assistência Social vi avanços graças ao SUAS - Sistema Único de Assistência Social, com os programas e os profissionais nas áreas de atuação em geral, referente a assistência social. Como ex-presidente, até 2011, do CMDCA - Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e do Adolescente, percebi uma ineficiência dos conselheiros que passaram pelo CMDCA nos últimos anos.

2- Mas com uma popularidade do prefeito em alta o PDT se arriscaria a lançar pré-candidato?

Foi como falei, considero o PDT um grande partido, temos bons nomes, mas lógico que vai depender do que possa acontecer no futuro, o próprio prefeito ainda nem falou em reeleição, mesmo observando uma intensificação nas ações e na propaganda, tudo vai depender também da diretoria executiva municipal do PDT.

3- Você ainda está no Diretório do PDT?

Não, após perda irreparável do nosso amigo Bira, o PDT na região Norte de MS ficou um pouco órfão, e muitas situações que não citarei aqui, durante a eleição passada, desestabilizou o próprio diretório local, mas isso é passado. Será restruturada a diretoria provisória e novos filiados estão vindos para o PDT.

4- E possíveis coligações, em se pensando nas eleições de 2020?

Mesmo com as mudanças nas coligações das eleições proporcionais, que a princípio achei muito pertinente, poderá ter um fortalecimento dos partidos, mas com a necessidade de ter pessoas capacitadas para disputar uma cadeira para Câmara de vereadores, mesmo o brasileiro votando sempre, na maioria, nas pessoas e não nos partidos, acredito sim que haverá uma maior conscientização em se votar nos candidatos que seguem os princípios dos partidos.

Quanto às coligações na eleição a prefeito, foi como falei, podemos ter sim um pré-candidato, caso não seja possível, lógico que a coligação para eleição majoritária será o caminho, em consenso com o diretório municipal.

5- Essa questão de desmistificação da esquerda, pois o PDT é um partido de esquerda, o que você acha?

Acredito na justiça social e direitos dos trabalhadores, isso que prega o PDT, direitos a todos e a todas, esse negócio de esquerda e direita, devido as discussões via rede social ficou igual a um buraco negro, tudo que entra nele some, não se aproveita nada.

As políticas sociais ainda existem como ferramenta na maioria dos estados e grandes municípios, cada um com seus nomes eleitoreiros, vale cidadão, vale renda, bolsa aqui, bolsa ali, etc, etc, que são de extrema importância, quando vistos como programas de educação e saúde e vale afirmar que tudo é de responsabilidade dos munícipios, através dos conselhos municipais de assistência social. Então vejo muito governantes que se dizem de direita e intensifica esses programas que julgam de esquerda, além de outros, ligados a moradias principalmente.  Sendo que é direito do cidadão ter acesso à saúde e educação de qualidade, além do direito à moradia. Parabéns aos governantes que os fazem bem feito.

Edilson Cotonette Foto: Reprodução

6- Você que já foi atuante na questão ambiental o que pode dizer sobre esse assunto?

Falou certo, já fui atuante. Hoje, por questões políticas e empresariais estou ausente das discussões, mesmo sendo membro do Conselho de Meio Ambiente de Alcinópolis, mas como esse conselho também trata do Turismo, onde aí sim,  tenho trabalhado para consolidar os atrativos turísticos de Alcinópolis  e quanto ao meio ambiente em si, fico sempre acompanhando  e percebi avanços em Alcinópolis na continuidade das ações, que também foi marco das administrações passadas, sempre procurando manter alto  os índices do ICMS ecológico, como fator de riqueza do município.

A dura guerra de conscientização da população em cuidar de seus resíduos sólidos (lixo), percebi um maior apoio a Cooperativa de Catadores, mas percebi que ainda não estão inseridos definitivamente na coleta seletiva.

Há de se destacar a educação ambiental em todos os níveis da população, resumindo o meio ambiente local. Já fora do município, o estado de Mato Grosso do Sul vai de acordo com os interesses, sem muitos avanços, exemplo: eterna discussão do Rio Taquari e as falácias do atual governo Federal não ajuda em nada o meio ambiente nem ao agronegócio, e por se tratar de assunto muito amplo, fica impossível discutir aqui, e como disse estou fora das principais discussões referentes ao assunto.

7- Voltando a questão de uma pré-candidatura a prefeito, o PDT já teria um nome e teria apoio da Executiva Estadual? 

Foi como falei, temos bons nomes do partido e estamos abertos a novas filiações, daí sim, poderá sair um nome de consenso. Lógico, o apoio da executiva estadual é primordial, temos pessoas de respeito e tenho certeza que irão respeitar a deliberação do diretório municipal, de forma democrática, não com imposição de um ou outro, a história já provou que as lideranças locais têm que ser respeitadas.

Publicidade
Banner Parceiros

Leia Também