Diário X

20 de setembro de 2019
Aqui tem a Verdadeira Notícia

Joaquim França

Coluna

A despesa mensal de Coxim está muito acima da receita

27 JUN 2019Por Joaquim França17h:44

Fato estranho acontece em Coxim, o Prefeito Municipal juntamente com sua assessoria contábil e financeira se perderam totalmente na condução das contas da Prefeitura, e ainda junto a esse staff conta com uma consultoria contábil que fatura algo em torno de R$ 30 mil reais por mês para prestar orientações ao Executivo Municipal.

O prefeito atual comprometeu quase que na totalidade da receita real do município com a folha de salários dos servidores e com o repasse do duodécimo da Câmara Municipal

Pelo visto até hoje esse pessoal não entendeu o que é RECEITA CORRENTE LÍQUIDA e o que RECEITA LÍQUIDA REAL DO MUNICÍPIO, pois que as receitas que se apresentaram em 2018 são dessa ordem:

1. RECEITA CORRENTE LÍQUIDA R$ 114.920.010,15

2. RECEITA LÍQUIDA REAL R$ 71.041.230,15

A despesa com pessoal é regulada de acordo com Lei de Responsabilidade Fiscal pela Receita Corrente Líquida a qual autoriza um gasto de até 60% com servidores da Prefeitura e as despesas da Câmara Municipal, sendo: até 54% da Receita Corrente Líquida para a despesa com pessoal da Prefeitura e 6% da RCL para despesas da Câmara Municipal.

Ocorre que a maioria dos valores contábeis apresentados na Receita corrente líquida não é dinheiro disponível para pagamentos de despesas, são valores referentes a convênios, empréstimos e valores contábeis.

Os valores que poderiam bancar essas despesas são da ordem de R$ 71 milhões de reais e o gasto com a folha de salários da Prefeitura e gastos com a Câmara Municipal consomem R$ 65.291.497,57 por ano, isso gera uma despesa mensal da ordem de R$ 5.050.468,22.

Se dividirmos a despesa com pessoal da PMC e a Câmara Municipal, pelo valor da Receita Líquida Real, que é valor que pode pagar os dois débitos teremos um envolvimento da receita de 91,90%, isso quer dizer que esses dois gastos, FOLHA SALARIAL E CÂMARA MUNICIPAL consomem juntos 91,90% da receita do município.

E o restante das despesas municipais como serão pagas??? Educação, saúde e as políticas públicas para melhorias da cidade. Pois da receita total (100%) só restam 8,1% para serem investidos pelo município.

RECEITAS MENSAIS

FPM - R$ 1.661.746,20

ICMS - R$ 982.946,77

FUNDEB - R$ 969.620,28

TOTAL MENSAL R$ 3.614.313,25

DESPESAS MENSAIS

FOLHA SALARIAL - R$ 4.685.878,83

DUODÉCIMO CAMARA - R$ 364.589,39

TOTAL MENSAL R$ 5.050.468,22

A receita é composta de verbas que caem regularmente nas contas da Prefeitura.

1. Esses valores referem-se a médias do ano de 2018

2. Nos valores da folha salarial estão incluídos encargos sociais.

Vejam que a despesa mensal só com dois itens está muito acima da receita, por isso não conseguem pagar regularmente a folha salarial sem contar as outras despesas