Publicidade
Marmoaria

Diário X

26 de outubro de 2020
Aqui tem a Verdadeira Notícia
29º 23º
Coxim/MS
27º 22º
Campo Grande/MS
30º 17º
São Paulo/SP
26º 18º
Brasília/DF

Ciência e Tecnologia

Pesquisa do IFMS de Coxim é destaque em evento científico nacional

29 MAR 2019Por Paulo Ricardo17h:55

A pesquisa “Planejamento logístico para otimização do atendimento de saúde e segurança pública móvel em Coxim”, desenvolvida por estudantes do Campus Coxim do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), foi um dos destaques da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), realizada entre 19 e 21 de março, em São Paulo.

Além de conquistar o prêmio “Pesquisa mais desafiadora, original, completa e criativa de um problema que envolve Matemática", oferecido pelo MU Alpha Theta, sociedade de honra de estudantes norte-americanos na área, o projeto foi credenciado para a 14ª Feira Nordestina de Ciência e Tecnologia (Fenecit), a ser realizada em outubro, no Recife (PE).

Desenvolvida pelos estudantes do curso técnico em Informática Eitor Paiva, Mariana Nogueira e Thiago Ferronatto, a pesquisa é orientada pelo professor Fernando Alves e coorientada por Ricardo de Oliveira.

O desafio é criar o Appuros - um aplicativo mobile - que tem o objetivo de melhorar a comunicação entre a população e os serviços públicos de emergência nas áreas de saúde e segurança pública, como Polícia Militar, Bombeiros e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

O orientador explica que sempre busca estimular os estudantes a perceber como a Matemática pode resolver problemas nas mais diversas áreas.

“Certo dia comentei em sala de aula que a Matemática é capaz até de salvar vidas, então esses três estudantes me procuraram e apresentaram a ideia deles. Desenvolvemos o projeto que, inicialmente, visava coibir trotes, mas que agora aplica conceitos matemáticos para aferir a localização, até mesmo sem o uso da internet”, detalhou Fernando.

Para os estudantes, os prêmios são o reconhecimento do trabalho desenvolvido. Mariana, Thiago e Eitor até gravaram um vídeo, logo após a premiação, onde comentam a emoção vivenciada.

Mato Grosso do Sul

Entre premiações internacionais e as oferecidas por instituições apoiadoras e patrocinadoras da Febrace, a delegação de Mato Grosso do Sul conquistou 13 prêmios.

Um deles credencia a pesquisa para participação na Intel Isef, a maior feira científica para estudantes de ensino médio do mundo, realizada nos Estados Unidos.

O projeto premiado - "Análise do efeito alelopático de Leucaena leucocephala sobre Lactuca sativa var.crispa e Cecropia sp." - é desenvolvido pela estudante da Escola Estadual Teotônio Vilela, Thailenny Rezende, e orientado por Vagner Almeida.

Além da credencial para Intel Isef, a pesquisa conquistou a primeira colocação geral na área de Ciências Biológicas e o Prêmio Destaque do Ano - Ciências Moleculares. A estudante do ensino médio se surpreendeu com as premiações.

“É uma grande satisfação para mim, por ser estudante de escola pública, poder representar o país em um evento como a Intel Isef e, por isso, estamos todos muito felizes”, comemorou Thailenny.

O projeto premiado estuda a alelopatia de uma planta exótica, ou seja, sua capacidade de emitir substâncias no meio ambiente, sejam benéficas ou prejudiciais a outras plantas. Neste vídeo de apresentação, a estudante explica a pesquisa.

Para participar da Febrace, Thailenny foi credenciada na Feira de Ciência e Tecnologia de Campo Grande (Fecintec), promovida pelo IFMS. “Participei por dois anos e pretendo participar novamente neste ano. Sou muito grata a feiras como essas, pois possibilitam a participação em outros eventos, ainda maiores, como a Febrace”, destacou.

A Fecintec é uma das dez feiras de ciência e tecnologia promovidas anualmente pelo IFMS nos municípios onde a instituição tem campus. Os eventos são realizados durante a Semana de Ciência e Tecnologia.

As feiras abrem espaço para que estudantes das redes públicas e privada apresentem projetos de pesquisa, e credenciam alguns premiados para participação em outros eventos científicos, como a Feira de Tecnologias, Engenharias e Ciências de Mato Grosso do Sul (Fetec/MS) e a própria Febrace.

Nesta edição da Febrace, a delegação de Mato Grosso do Sul apresentou 25 projetos de pesquisa, sendo o estado com o maior número de finalistas no evento.

Thailenny Rezende, da Escola Estadual Teotônio Vilela, recebeu credencial para feira nos EUA Foto: Divulgação

IFMS

Com a premiação deste ano, o Instituto Federal passa a acumular 89 prêmios em oito anos consecutivos de participação no evento, considerado o maior do ensino médio no país.

Pelo segundo ano consecutivo, o IFMS foi a instituição da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica que reuniu o maior número de finalistas na Febrace, foram 14 ao todo.

A série de reportagens #partiuFebrace2019 apresentou os projetos finalistas. As reportagens estão disponíveis no site institucional e os vídeos gravados pelos estudantes podem ser conferidos no Facebook da instituição.

Fonte: IFMS - Osvaldo Sato

Publicidade
.

Leia Também