Publicidade
Marmoaria

Diário X

26 de outubro de 2020
Aqui tem a Verdadeira Notícia
29º 23º
Coxim/MS
27º 22º
Campo Grande/MS
30º 17º
São Paulo/SP
26º 18º
Brasília/DF

Ciência e Tecnologia

Mais que ministro, crianças querem conhecer o astronauta na SBPC

27 JUL 2019Por Redação07h:43

A chegada de Marcos Cesar Pontes, na sexta-feira (26), à 71ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBCP) causou frenesi, principalmente entre crianças que se aglomeraram para ver mais o astronauta do que propriamente o Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

Por volta das 9h40, o ministro era aguardado por dezenas de crianças de escolas particulares dos ensinos infantil e fundamental de Campo Grande. Marcos Pontes começou o passeio pela Avenida das Ciências, um corredor com estandes montados dos parceiros da SBPC com curiosidades sobre astronomia, física e antropologia.

Vitória Aparecida Rodrigues de Castro, 14 anos, disse que estava animada para ver o “ministro e o astronauta” e queria perguntar como havia sido a viagem ao espaço. Pedro de Pado, 10 anos, também tinha a mesma curiosidade, com um complemento. “Queria saber se é legal”. O pai de Otto Silva Melani, 9 anos, contou a ele sobre o astronauta e o garoto ficou curioso em vê-lo.

Na passagem pelo corredor da Avenida das Ciências, algumas crianças aproveitaram a vantagem da baixa estatura para serpentear entre as pernas dos adultos e, a cada brecha, avançar em direção a Marcos Pontes. Foi assim que Isaac Felipe Machado, 7 anos, se aproximou do ministro-astronauta para tirar uma foto. “Estou realizando um sonho, sei que ele é ministro e astronauta, ele deve ser um gênio”.

Pelo caminho, Marcos Pontes tirou foto com crianças, passeou em alguns estandes e iria sortear um notebook reciclado. A senha para participar do sorteio era obtida mediante recolhimento de lixo eletrônico para reciclagem. O prêmio seria entregue no estande do ministério.

"A ciência e tecnologia abrem a mente das crianças e dos jovens para as possibilidades de vida. O futuro é baseado em conhecimento, ou seja a ciência e tecnologia está no ponto do desenvolvimento econômico e social de qualquer país. Então eu acho que aqui é a demonstração clara de como isso é apaixonante para as essas crianças e como a gente pode desenvolver isso no Brasil", disse ministro.

Ainda de manhã, o ministro é o conferencista principal da Ciência, Tecnologia e Inovações (CT&I), no Teatro Glauce Rocha.

Fonte: Campo Grande News - Silvia Frias e Fernanda Palheta

Publicidade
.

Leia Também