Publicidade
Marmoaria

Diário X

13 de agosto de 2020
Aqui tem a Verdadeira Notícia
36º 22º
Coxim/MS
34º 21º
Campo Grande/MS
30º 15º
São Paulo/SP
30º 15º
Brasília/DF

Coxim MS

Situação de rua em frente o Banco do Brasil no centro de Coxim motiva protesto de comerciante; veja as fotos

28 JUL 2020Por Redação08h:57

A reportagem do site Diário X recebeu fotos e relatos de um comerciante, que pediu para não ter o nome divulgado, temendo represálias e perseguições, mostrando a caótica situação da Rua Antonio de Albuquerque, em frente o Banco do Brasil e a Relojoaria Central, no centro de Coxim.

O cidadão fez ainda um desabafo e uma avaliação negativa da gestão do prefeito Aluizio São José (PSB), que para não comprometer a sua identificação e posteriores reparações pecuniárias por danos morais, foram necessárias as exclusões de algumas partes, contendo nomes e fatos, sem alteração de seu conteúdo principal, conforme segue:

"Vejam só a situação de uma das ruas de Coxim, onde se concentra o maior movimento da cidade, com buracos, entulhos, lama e sujeiras por todos os lados. As poucas lixeiras existentes no centro da cidade estão velhas e danificadas".

"Em frente do Banco do Brasil tem uma enorme cratera, cheia de água podre, que dificulta a visão do motorista, com os carros e motos ficando com os pneus afundados, acabando com as rodas e toda a parte de baixo dos veículos, causando prejuízos e gastos para os proprietários. Isso porque é bem no centro comercial do município. A zona rural e os bairros mais distantes estão bem piores". 

"Falta seriedade e comprometimento da maioria dos políticos que dizem representar o povo coxinense, principalmente com a nossa classe de comerciantes e empresários. Como sofrem também os agricultores e principalmente os pequenos produtores, ainda mais agora com a seca, deixando-os sem água até mesmo para o consumo dos moradores das casas e animais de estimação".

"A cidade está um caos e ainda tem pessoas que não querem enxergar o quanto a gestão desse rapaz sempre foi e vai terminar os oito anos de mandato, deixando um rombo milionário e prejuízos jamais vistos para o progresso e bem-estar da nossa gente, com reflexos muito ruins para os próximos prefeitos".  

"Poxa vida, estamos esgotados e endividados, pagando vários impostos e não sei onde gastam tanto dinheiro em Coxim. Vejo cidades menores, com arrecadações bem inferiores e as coisas acontecem, o município cresce e os direitos do cidadão são garantidos com muitas obras e ações em benefício do povo. Prestação de contas nunca vi e acho que não vou ver por aqui, enquanto essa gente permanecer no poder".

"O Mundo padece com o coronavírus, mas infelizmente o coxinense sofre com a pandemia e pra piorar ainda mais, é triplamente penalizado com todos os males que uma gestão deficiente e irresponsável ocasiona para o cidadão comum e principalmente para o comerciante, que está abandonado por esse prefeito, seus secretários e compinchas". 

"As maiores compras feitas pelo Município, beneficiam as empresas de fora, que trazem até a mão de obra, aumentando ainda mais o desemprego, o sofrimento e as dificuldades do povo coxinense. Os comerciantes daqui, quando vendem ou fazem algum serviço para a prefeitura, é uma coisinha ali e outra acolá, de tempos em tempos, passando por uma humilhação e mendicância para receber o que lhe é de direito". 

"Com tanto dinheiro que pagamos com o ICMS, IPVA, Alvará, ISS, Fundersul e tantos outros impostos e tributos, sequer temos direito de circular em uma rua decente, que não estrague os nossos veículos. São buracos que parecem não ter fim. Se aqui, no centro da cidade está assim, imagina as estradas da zona rural e os bairros mais afastados do centro".

"Ninguém merece tanto descaso, imoralidade e incompetência do prefeito e de quase todos os vereadores, ocasionando prejuízos coletivos de todo tipo, principalmente para nós comerciantes, que estamos abandonados em Coxim. O poder Legislativo, infelizmente, tem uma atuação insignificante na fiscalização do Executivo e nas discussões dos assuntos relevantes da comunidade e dos seguimentos organizados". 

"Neste conturbado momento de pandemia, o prefeito nem mesmo nos atende para conversar e ouvir o que pensamos ser importante para nós, nossos empregados e colaboradores. Ele não nos dá uma palavra de apoio ou manifesta interesse em promover um programa municipal de incentivo aos comerciantes que estão endividados, "f..." e segurando com dificuldades os empregos e a economia".

"Estou enviando as fotos e esse desabafo pra vocês do Diário X, por acreditar que é o único site que deve publicar. Acompanho o direcionamento jornalístico do site e percebo que não se deixam influenciar pelo poder econômico e político de ninguém, dando-me a certeza da imparcialidade de um jornal, coisa rara de se ver em Coxim e em quase todo lugar", finalizou o comerciante coxinense.

Secretaria de Infraestrutura, Obras e Serviços Públicos de Coxim

Na tarde de segunda-feira (27), a reportagem do site Diário X entrou em contato via telefone e encaminhou algumas fotos para o WhatsApp do secretário de Obras de Coxim, Eliezer Ferreira da Silva, mostrando a situação denunciada pelo comerciante.

O secretário de Obras se comprometeu a enviar algum esclarecimento e possibilidades de programar a recuperação do trecho danificado em frente a agência do Banco do Brasil

Na manhã desta terça-feira (28), o secretário de Obras de Coxim, Eliezer Ferreira, comunicou que a recuperação do local já estava sendo realizado pela equipe da secretaria.

 
  • Fotos: Direto das Ruas
Publicidade
.

Leia Também