Diário X

23 de julho de 2019
Aqui tem a Verdadeira Notícia

Coxim MS

“Não sou pré-candidato, mas coloco meu nome à apreciação da população”, destacou Lucas Mochi

Ele é filho do ex-deputado estadual e ex-prefeito de Coxim, Júnior Mochi

16 MAI 2019Por Paulo Ricardo22h:27

O advogado Lucas Mochi não descarta a possibilidade de colocar seu nome à apreciação da sociedade coxinense para uma possível disputa ao Poder Executivo como forma de dar uma satisfação aos amigos e pessoas que cogitam sua participação. 

Na terça-feira (14), por telefone, Lucas Mochi declarou para o Diário do Estado, que não é e nunca foi pré-candidato, mas decidiu aferir seu nome perante a opinião pública porque vem aparecendo nas rodas sociais e políticas do público de todas as idades.

Apesar de jovem, Lucas Mochi é um advogado militante e profundo conhecedor dos problemas estruturais e administrativos de Coxim. Também é sabedor do grande potencial a ser explorado para viabilizar uma economia instável no momento.

Lucas destacou que “ninguém é candidato de si mesmo” e por isso a decisão depende de uma aceitação popular e consistente para que tenha a confiança de alçar voos políticos. 

Segundo ele, a decisão é a revelia do parecer de seu pai que no primeiro momento se posicionou contrário por entender que o jovem vive um bom momento na advocacia e que qualquer eventual candidatura dependeria de apoio de lideranças já consolidadas no Município.

Coxim precisa de nomes novos para dar mais opções aos eleitores e com preparo pessoal que garanta uma boa gestão. Lucas mostrou que conhece como poucos os problemas pontuais como a arrecadação insuficiente e questões tributárias.

Ele lembrou ainda que o potencial econômico do Município encontra fundamento em setores pouco explorados da economia que, se agregados ao interesse de investimentos privados para implemento de emprego, renda e arrecadação, poderia atribuir tônus financeiro à cidade, inclusive, a depender do benefício gerado, com aumento do repasse de ICMS.

Também citou exemplos ligados ao setor turístico, cuja viabilidade já foi provada lucrativa na região. Lucas também integrou o movimento político e institucional para a instalação do curso de Direito no Município que se encontra em andamento, demonstrando, com isso, sua inserção nas questões de interesse da cidade.

Há cerca de um ano e meio, Lucas Mochi vem sendo questionado por moradores de Coxim sobre a possibilidade de ver seu nome apreciado de forma mais contundente.

Estudou em São Paulo e possui renomado escritório de advocacia em Campo Grande com atuação enfática na área empresarial, com ênfase em reestruturação de empresas e sente-se - hoje - em condições de retribuir a Coxim tudo que conquistou na vida.  

Apesar disso, adiantou que a situação do momento exige parcimônia na atuação do Prefeito que em 2020 vier a ser eleito, devendo este ter perfil de gestor, olhando para a necessidade de contingenciamento e políticas de planejamento e equilíbrio financeiro para que o Município supere o momento de crise, preparando-se para aproveitamento da melhora econômica nacional quando ela ocorrer.

Por fim, Lucas citou que há a necessidade de que o Município retome seu senso de coletivismo e que a população de Coxim se enxergue como unidade fortalecida, de modo que o coxinense retome o orgulho de dizer ser dali oriundo, o que pode ser alcançado com a concretização que levem em conta o amplo cardápio cultural presente na cidade, desde o acerco histórico, literário e artístico, até os movimentos de entretenimento sadios que projetem a identidade do nosso povo.

Finalizou dizendo que qualquer candidatura só tem razão de ser se toca o coração da população e imprime nela o desejo de mudança e de superação coletiva dos problemas enfrentados pelo município.

Fonte: Cesar Rodrigues - Diário do Estado.

Publicidade
Banner Parceiros

Leia Também