CENARIO
Logo Diario X
Aqui tem a Verdadeira Notícia
16 de junho de 2024
Coxim
24ºC

Coxim MS

Gestão do atual prefeito de Coxim arrecada quase 13 milhões da taxa de iluminação pública e o município está na escuridão

19 DEZ 2019Por Valdeir Simão14h:05

No período de sete anos – 01 de janeiro de 2013 a 31 de dezembro de 2019 – a arrecadação do município de Coxim com a Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública (COSIP), mais conhecida como taxa de iluminação pública, deve ser de aproximadamente R$ 12.882.375,47 - ou seja - quase 13 milhões de reais.

O valor do mês de dezembro que ainda não encerrou, tem como cálculo a média mensal dos meses de janeiro a novembro de   2019, que corresponde a R$ 243.841,31. Como de praxe, o último mês do ano tem uma arrecadação superior aos demais meses, o que deve aumentar ainda mais o valor arrecadado no encerramento financeiro do corrente ano.

Para o ano de 2019, o Orçamento Geral do município de Coxim tinha uma previsão de arrecadação da taxa de iluminação pública (Cosip), correspondente ao montante de R$ 2.440.000,00. Com a média do mês de dezembro, valor baseado nos 11 meses do ano, a arrecadação de 2019 já ultrapassou R$ 486.095,78 do valor orçado - ou seja - quase meio milhão de reais a mais.  

Com o exorbitante acréscimo mensal da conta de energia elétrica, dos contribuintes sul-mato-grossenses, pela concessionária Energisa, chegando muitos casos a dobrar e até triplicar, aumentou também a taxa de iluminação pública, superando positivamente as projeções de arrecadação.

No entanto, em Coxim, mesmo com o montante arrecadado, ultrapassando todas as expectativas, com sucessivos aumentos - e muito dinheiro em caixa - a gestão do prefeito Aluizio São José (PSB) não tem conseguido o mínimo de atendimento e satisfação da população coxinense com a iluminação pública.   

Os moradores de todos os bairros da cidade e também dos distritos, tem utilizado as redes sociais, rádios e sites para denunciar as deficiências na iluminação pública, solicitando reparos, melhorias e ampliação, assim como também demonstrando indignação e revolta com os constantes aumentos da energia elétrica, que refletem no acréscimo da Cosip, sem usufruir de uma iluminação pública satisfatória.

A maioria dos vereadores de Coxim - em todas as sessões -  fazem uso da palavra na Tribuna e das inúmeras e reiteradas indicações, solicitando melhorias nos serviços de recuperação da iluminação pública, nos quatro cantos da cidade e também nos distritos.

O grupo de vereadores considerados da "situação", conhecidos como G10, que apóiam a gestão do prefeito Aluizio São José, tem por rotina, implorar, mendigar e pedir a intercessão de anjos e santos. Chega a ser uma situação humilhante, de dar pena, constatar tamanha submissão ao poder Executivo, em busca de um direito do cidadão que paga a iluminação pública e outros inúmeros impostos e taxas.   

Os parlamentares da oposição (apenas 3), esperneiam, gritam e sapateiam. Mas o prefeito e o secretario de Receita e Gestão, sob a responsabilidade de André Luis Tonsica Mudri, continuam inoperantes e insensíveis aos anseios e pedidos dos vereadores e da sofrida e abandonada população coxinense.

Há quase exatos 7 anos, a máquina pública coxinense do poder Executivo, não anda, não funciona, sempre tem um problema para justificar a inoperância e a incompetência, provocando prejuízos para toda a coletividade.

Prefeito de Coxim, Aluizio São José e o secretário de Receita e Gestão, André Mudri Foto: Reprodução

Apesar da mudança do secretário de Receita e Gestão, nada alterou na gestão da Prefeitura, continuando com a mesma situação muito bem definida pela expressão de um vereador de Coxim, ao se referir a administração do prefeito Aluizio São José, como "LESMÁTICA".    

Andar nas ruas e avenidas de Coxim não está nada fácil, devido aos buracos, crateras, lixo e lama. A buraqueira está tomando conta da cidade inteira. Com a deficiência na iluminação pública, a escuridão piora ainda mais a vida dos coxinenses e visitantes.  

Se de dia já está difícil para transitar pelo município, á noite piora muito mais com a escuridão. A população está sujeita a acidentes e vulneráveis ás ações de pessoas mal intencionadas nas ruas e principalmente nos comércios e residências, onde tem se verificado muitas ocorrências de furtos. 

Praticamente todas as praças de Coxim estão na escuridão, onde ás famílias não tem por hábitos se encontrar e reunir para conversar e interagir. As crianças não utilizam esses espaços para brincar, pois quase sempre estão sujas, com grama e mato alto. No período noturno, a situação se agrava ainda mais, com a escuridão reinando nas praças do município. 

Com a chegada do Natal, ações isoladas, sem nenhum apoio e incentivo do poder Executivo e seus representantes, tem se destacado na questão da iluminação pública de Coxim.

Pode-se verificar uma linda e significativa decoração natalina na Avenida Virginia Ferreira e na Praça dos Pescadores, no bairro Santo André, por iniciativa de empresários, vizinhos (moradores e comerciantes), autônomos e voluntários, que sentiram a necessidade de não esperar pela Prefeitura de Coxim e estão contribuindo para melhorar a iluminação pública desses locais, resgatando o espírito natalino e promovendo a integração da comunidade coxinense.  

Demonstrativo de arrecadação da taxa de iluminação pública de Coxim no período de 01 de janeiro de 2013 a 31 de dezembro de 2018:

Demonstrativo de arrecadação da taxa de iluminação pública de Coxim do ano de 2019:

* Média com base nos 11 meses de 2019 (janeiro a novembro)

Média mensal do ano de 2019: R$ 243.841,31

Fonte: Portal da Transparência da PMC e site da Energisa.

M9

Leia Também