Publicidade
Point do suco

Diário X

14 de maio de 2021
Aqui tem a Verdadeira Notícia
28º 18º
Coxim/MS
26º 17º
Campo Grande/MS
20º 12º
São Paulo/SP
26º 16º
Brasília/DF

Campo Grande MS

Vacinação contra a gripe começa nesta terça-feira na Capital; veja quem pode ser vacinado

11 ABR 2021Por Emilly Constanci06h:08

A partir da próxima terça-feira (13), começa a campanha de vacinação contra a gripe em Campo Grande.  A vacinação contra a gripe é importante para evitar complicações causadas pelo vírus e também evita uma sobrecarga no sistema de saúde. 

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), serão definidos calendários exclusivos para a imunização do público alvo, para evitar aglomerações e que os públicos desta e da campanha contra Covid-19 não se encontrem.

O público estimado pelo ministério para a campanha é de 79,7 milhões de pessoas e o objetivo é vacinar pelo menos nove em cada dez pessoas de cada grupo prioritário.

Conforme a superintendente de vigilância em saúde, Veruska Lahdo, a expectativa é que as unidades que estarão vacinando Covid-19 não recebam doses de Influenza. 

“Alguns pontos de vacinação permanecerão vacinando exclusivamente Covid e outros serão destinados para a aplicação de doses da Influenza. Os pontos maiores, como Drives e o Guanandizão terão portas exclusivas para cada uma das vacinas”, explica. 

A Capital recebeu, na última quinta-feira (08), 32.750 doses do imunobiológico, que será destinado para a primeira etapa do público alvo. 

“Para não haver conflito na vacinação, este ano a divisão dos públicos será diferente. Nesta etapa serão vacinadas as crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes e puérperas e trabalhadores da saúde”, completa a superintendente. 

Ela ainda reforça que, mesmo dividido, o público ainda é muito grande para liberar a vacinação para todos de uma vez, então é possível que ainda haja uma subdivisão, fazendo com que cada um tenha um calendário específico. 

Os grupos prioritários para a vacinação contra a gripe são:

Crianças de 6 meses a menores de 6 anos;

Gestantes;

Puérperas;

Povos indígenas;

Trabalhadores de saúde;

Pessoas com 60 anos ou mais;

Professores;

Portadores de doenças crônicas não transmissíveis;

Pessoas com deficiência permanente;

Forças de segurança, de salvamento e armadas;

Caminhoneiros;

Trabalhadores do transporte coletivo de passageiros;

Funcionários trabalhando em prisões e unidades de internação;

Adolescentes cumprindo medidas socioeducativas em unidades de internação;

População privada de liberdade.

VACINAÇÃO COVID-19 X GRIPE 

A recomendação é priorizar a vacina contra Covid-19, contudo, se ainda não chegou a data para vacinação de um determinado público, a Sesau orienta que seja respeitado o intervalo de 14 dias entre uma vacina e outra,  para a pessoa receber o imunobiológico contra Influenza, antes da aplicação da outra dose.

O mesmo se dá para quem já tomou a vacina dos laboratórios Sinovac ou AztraZeneca, que deve aguardar o mesmo período, após a aplicação do reforço, para buscar a vacina contra Influenza.

A imunização tem objetivo de prevenir o surgimento de complicações decorrentes da Influenza, mortes, internações e a sobrecarga nos serviços de saúde, além de reduzir os sintomas que podem ser confundidos com os da Covid-19., tendo em vista que muitos deles são comuns a ambas as doenças.

Segundo especialistas, a vacina contra influenza não tem eficácia contra o coronavírus, porém, auxilia os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para Covid-19.

Rafaela Moreira - Correio do Estado MS

Publicidade
Chicão

Leia Também