Publicidade
Point do suco

Diário X

14 de maio de 2021
Aqui tem a Verdadeira Notícia
28º 18º
Coxim/MS
26º 17º
Campo Grande/MS
20º 12º
São Paulo/SP
26º 16º
Brasília/DF

Campo Grande MS

No pior cenário da pandemia, florada das paineiras é respiro para a alma

Às margens do Córrego Prosa, paisagem em cor de rosa abre temporada de flores e atrai passarinhos

3 ABR 2021Por Redação/ Talyta Rodrigues16h:22

Não está fácil para ninguém - a menos para quem foge da realidade - encarar 2021 de frente. A morte está no ar, com o agravamento da pandemia de covid-19. É por isso mesmo que uma paisagem ressurgida ano a ano em Campo Grande, a florada das paineiras em trecho à margem do Córrego Prosa, é alento nesse cenário.

Como nem todo mundo pode, ou consegue, passar por ali a tempo de ver de perto, as imagens registradas pelo repórter fotográfico Marcos Maluf são a forma encontrada pelo Campo Grande News de compartilhar essa beleza com os leitores neste feriadão de Semana Santa. Um respiro no noticiário pesado, de números trágicos, no dia de folga da maioria.

Na sexta-feira (2), foi só chegar no trecho da Fernando Correa da Costa onde se vê mais árvores para perceber, também, a presença de outro atrativo: os pássaros em busca de alimento.

Marcos Maluf flagrou periquito se esbaldando com o fruto da paineira, de onde se origina a paina, parecida com o algodão, mas bem mais leve. Fotografou ainda o beija-flor suspenso no ar, sorvendo o néctar da planta.

“Tem muito beija-flor aqui”, animou-se, ao conversar com a repórter por telefone. É natureza pura, celebrada por quem vê de perto.

Nesse momento, estamos mais sensíveis e ela vem com essa floração e cada vez que a gente passa se surpreende", interpreta o médico veterinário Carlos Alberto, 66 anos, durante o passeio de bicicleta pela trajeto de quase todo dia, mas a trabalho.

Para o casal Marcelo Petile, servidor público, e Solanger Fugitani, pedagoga, as imagens provocaram uma paradinha na voltinha de carro pela cidade, para escapar pouco do isolamento em casa sem furar a quarentena. Claro, tiveram de fazer fotografias das plantas rosadas, espalhadas pelo barranco do Prosa.

"Saímos protegidos para dar uma passeada e quando vimos as paineiras, paramos para tirar foto porque elas estão lindas”, disse Marcelo.

O caminho difere do rotineiro para ele. “É um passeio mesmo para aproveitar a paisagem", afirmou.

As paineiras florescem perto da Páscoa, no começo do outono, normalmente. Abrem a temporada de flores. Depois vêm os ipês, rosas, amarelos e brancos, os jacarandás, dependendo da intensidade de calor e chuva.

Também conhecida como barriguda, por causa do caule com até dois metros de circunferência, cheio de espinhos para defesa de predadores, a espécie pode atingir até 30 metros de altura.
Marta Ferreira e Ana Paula Chuva - Campo Grande News

Publicidade
Chicão

Leia Também