Publicidade
Marmoaria

Diário X

31 de maio de 2020
Aqui tem a Verdadeira Notícia
32º 19º
Coxim/MS
30º 18º
Campo Grande/MS
26º 13º
São Paulo/SP
26º 10º
Brasília/DF

Campo Grande MS

Ex-assessor de Mandetta é encontrado morto em apartamento na Capital

31 MAR 2020Por Redação12h:05

O advogado e blogueiro Francisco de Arruda Cangussu, de 62 anos, também conhecido como Kiko Cangussu, foi encontrado morto em seu apartamento no Centro de Campo Grande/MS, por volta das 19h30 de segunda-feira (30).

Kiko foi assessor parlamentar do Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), quando ele ainda era deputado federal por Mato Grosso do Sul

A suspeita da família é de que o advogado tenha sofrido um infarto. Francisco não era visto desde o início da tarde. Desconfiado da situação, o seu irmão, Paulo Cangussu, foi até o edifício do advogado e se deparou com a porta trancada.

Depois de muita insistência para que a porta fosse aberta, entrou em contato com o filho do advogado, Luiz Guilherme Cangussu, que em seguida esteve no local e encontrou o corpo.

“O ventilador, televisão e computador estavam todos ligados quando o encontramos. Acreditamos que ele tenha tido um infarto, ele estava caído na cozinha”, comenta Paulo que é empresário.

No último domingo (29), Kiko fez postagem no Facebook dizendo estar com sinusite e tinha receio da doença ser um dos sintomas de coronavírus, uma hipótese que o empresário acha pouco provável. “Ele não tinha nenhum problema de saúde a não ser a sinusite”, completa.

Fonte: Campo Grande News - Adriano Fernandes

Postagem abaixo do advogado da última sexta-feira (27):

“Hoje senti de verdade medo do coronavírus. Estava acelerado fazendo minhas compras quando entrei na fila da padaria – guardando a distância de mais de 1 metro quando entra na fila atrás de mim, praticamente encostado, um sujeito pálido, mal encarado todo de preto. De repente o cidadão dá uma tossida rouca forte e em seguida outra - sabe aquela tosse de cachorro? Parei de respirar e dei um pulo quase derrubando o cara que estava à minha frente na fila.

É claro que aquele cidadão está contaminado, se é corona não sei, mas que ele está com algum vírus não tenho dúvida alguma. Quando terminei minhas compras e estava no caixa pagando não é que o Zorro foi encostando para pagar sua conta também?! Se aproximou tanto que a caixa o alertou da distância mínima entre as pessoas. Que Deus me perdoe, mas me deu uma vontade enorme de jogar na cara desse louco uma das sacolas de compra que estavam ao meu alcance. Paguei e fui atrás do gerente relatando o ocorrido perguntando porque não impediram sua entrada. Sem graça, disse que tentaram barrá-lo mas ele ameaçou chamar a polícia. Antes de chegar ao carro, limpei tudo com álcool gel e vim pra casa onde já fiz a higienização necessária e pedi proteção aos meus santos. Que cagaço!”

Leia Também