TAVEL
Logo Diario X
Aqui tem a Verdadeira Notícia
07 de dezembro de 2021
35º 24º
Coxim/MS
33º 23º
Campo Grande/MS
21º 15º
São Paulo/SP
27º 19º
Brasília/DF

Brasil

Homem é assassinado após ser filmado beijando criança em barco em MS

25 NOV 2021Por Redação/EC06h:13

Um homem de 41 anos foi morto a tiros dentro de casa, na noite de terça-feira (23), em Itaquiraí (MS) após um vídeo em que ele beija uma criança de seis anos vir a público.

O vídeo foi gravado no domingo (21), durante um passeio de barco no rio Paraná. As imagens mostram que o homem beija a criança na boca. Na sequência, olha sorrindo para filmagem e dá outro beijo, desta vez na cabeça da criança, que estava sem a parte de cima da roupa.

De acordo com a polícia, a mãe da criança foi quem postou o vídeo nas redes sociais, mas o excluiu depois de ser alertada por colegas.

Eduardo Lucena, delegado responsável pelo caso, disse que o material ganhou repercussão em Itaquiraí na terça-feira (23), quando a Polícia Civil iniciou as investigações e acionou o Conselho Tutelar.

“Conseguimos o endereço do homem e fomos atrás dos envolvidos. Interrogamos ele, que admitiu o beijo, mas alegou que não abusou da criança. Como não houve flagrante, ele foi interrogado e liberado para retornar para casa. Ainda na terça, após o interrogatório, entramos com pedido de prisão preventiva deste homem. Porém, à noite, ele foi morto", detalha Lucena.

O delegado que investiga o caso também afirmou que o homem tinha um relacionamento com a mãe da criança há pouco mais de quatro meses.

A menina, junto com outras duas crianças - filha e irmã da mãe que gravou o vídeo - foram acolhidas pelo Conselho Tutelar, em Itaquiraí. As três menores de idade ficarão abrigadas em uma instituição até decisão judicial.

Mãe pode ter sido conivente, diz polícia

A polícia confirmou que a mãe da criança, de 6 anos, foi quem filmou um homem beijando a menor. A investigação apura em até que ponto a mãe da menor foi conivente com a situação.

"Após a morte do autor, as investigações em relação a ele são concluídas, em razão da morte. Porém a investigação continua para apurar até que ponto a mãe foi conivente com essa situação. A mulher nega o envolvimento, nega que tenha percebido que isso aconteceu [o beijo]", diz Eduardo Lucena, delegado que investiga o caso.

Depois da repercussão do vídeo, a mãe da criança divulgou inúmeros áudios nas redes sociais confirmando a autoria do material. A polícia confirmou que os mensagens foram gravadas pela mulher.

"Eu que gravei. Olhei bem no vídeo e vi. Não tenho medo de ir para cadeia não. Se nós estamos errados, vamos assumir. Mostro o vídeo completo para delegado e juiz. Eu não tenho medo disso não", diz a mãe da menor em um dos áudios.

Investigação

A Polícia Civil do MS em Itaquiraí está investigando o assassinato do homem e tem dois suspeitos, cujo nome e relação com a vítima não foram divulgados.

Em relação do abuso sofrido pela criança, a polícia investiga a participação da mãe, já que foi ela quem gravou o homem beijando a menor. Em depoimento, a mãe da menina confirmou que é autora do vídeo.

G1

Ceres

Leia Também