CENARIO
Logo Diario X
Aqui tem a Verdadeira Notícia
19 de maio de 2024
Coxim
24ºC

Brasil

Dia do Trabalhador é marcado por manifestações pelo Brasil

1º de Maio teve protestos, shows, missas e até benção de carteiras de trabalho

2 MAI 2018Por Redação/OJ08h:30

Comemorado nesta terça-feira, 1º de maio, o Dia do Trabalho foi marcado em várias partes do Brasil por manifestações contra a perda de direitos trabalhistas, em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pela identificação e punição dos responsáveis pela morte da vereadora Marielle Franco, do Rio de Janeiro. Ainda houve shows, missas abençoando carteiras de trabalho e até longas filas em busca de postos de trabalho. Veja abaixo como foram a manifestações em oito estados.

Alagoas

Manifestantes ligados à Central Única dos Trabalhadores (CUT) se reuniram na orla de Maceió na manhã desta terça, para protestar contra as perdas dos direitos trabalhistas. A organização estima que 8.000 pessoas participaram do ato. A Polícia Militar acompanhou a manifestação, mas não contabilizou o número de participantes.

                                                                                                              Trabalhadores seguiram em caminhada pela orla de Maceió (Foto: Matheus Tenório/G1)

Bahia

Trabalhadores e representantes de centrais sindicais da Bahia se reuniram em um ato no Farol da Barra, em Salvador, para protestar contra a perda de direitos trabalhistas, em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para pedir mais democracia no país e justiça pela morte da vereadora Marielle Franco, do Psol do Rio de Janeiro. O ato foi organizado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), União Geral dos Trabalhadores (UGT), Nova Central e Força Sindical. O movimento contou com a presença de 200 pessoas.

O evento foi dividido em duas partes. Começou com discursos e debates sobre o trabalhador, por volta das 13h. Às 15h30, começaram as apresentações de artistas e bandas locais.

Ato feito no Dia do Trabalhador no Farol da Barra, em Salvador (Foto: Maiana Belo/ G1)

Paraná

Na manhã desta terça, um grupo de apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) realizam atos nos arredores da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. De acordo com a Polícia Militar, 2 mil pessoas participam das atividades. Os organizadores não informaram número de participantes.

Por volta das 8h, um grupo de pessoas saiu do terminal de ônibus do bairro Boa Vista e caminhou em direção às proximidades da Superintendência da PF. Mais tarde, o grupo iniciou um ato inter-religioso. Por volta das 11h, foi realizado um ato político.

À tarde, um ato ocorreu na Praça Santos Andrade, no Centro de Curitiba. Segundo a PM, houve 5 mil participantes; a organização fala em 40 mil. A programação teve shows com as cantoras Beth Carvalho, Ana Canas e o rapper mineiro Flávio Renegado.

De acordo com a PM, duas mil pessoas participam de ato pró-Lula nos arredores da PF nesta terça-feira (1º) (Foto: Filipe Rosa/RPC Curitiba)

Pernambuco

Integrantes de centrais sindicais, movimentos sociais e partidos políticos se reuniram, nesta terça-feira (1º), em um ato na área central do Recife, em alusão ao Dia do Trabalhador. Com faixas, cartazes e camisas vermelhas, o grupo também pedia a liberdade de Lula, preso no dia 7 de abril.

Segundo a CUT-PE, aproximadamente 5 mil pessoas participaram do ato. A Polícia Militar de Pernambuco não divulga estimativa de participantes em atos públicos.

Rio de Janeiro

No Rio, muitas pessoas madrugaram – ou nem dormiram – para tentar uma vaga de emprego. Uma feira no Estádio Nilton Santos (Engenhão), no Engenho de Dentro, na Zona Norte do Rio, promete ajudar quem precisa de uma oportunidade.

Alguns candidatos a uma das cinco mil vagas chegaram ao estádio a tarde de segunda-feira (30). Por volta das 17h, cerca de cem pessoas já estavam na fila. “Para conseguir trabalhar, querendo ou não, a gente tem de dormir na fila”, disse um dos candidatos à vaga que chegou às 17h30 e recebeu a senha de número 130.

Rio Grande do Sul

Porto Alegre recebeu a 64ª edição da tradicional Festa de Nossa Senhora do Trabalho, evento religioso que celebra o Dia do Trabalho na capital gaúcha. Pela manhã, os participantes caminharam do Parque Germânia, em direção à Paróquia Santuário Nossa Senhora do Trabalho.

A programação da tarde incluiu almoço festivo, missa campal e shows. O momento mais aguardado, porém, é a benção das carteiras de trabalho.

Fiéis levam imagem de Nossa Senhora até Santuário na Zona Norte de Porto Alegre (Foto: Tiago Guedes/RBS TV)

São Paulo

A capital paulista teve atos pelo Dia do Trabalho na Zona Norte organizado pela Força Sindical, e no Centro, sob a organização da CUT. Na Praça Campos de Bagatelle, o evento da Força Sindical levou uma série de artistas e sorteou carros entre o público.

A cantora sertaneja Simone fez uma apresentação solo, já que sua irmã Simaria segue afastada dos palcos por causa de uma tuberculose. Durante o show, Simone pediu que os fãs "continuem rezando" pela recuperação de Simaria e até ganhou uma "Simaria de papelão" em tamanho real, com a qual dançou e atraiu aplausos.

Fãs entregaram a Simone uma 'Simaria de papelão' em tamanho real (Foto: Marília Neves/G1)

Sergipe

Em Aracaju, a terça foi marcada por dois protestos um no Bairro 18 do Forte, na Zona Norte, e outro no Bairro Farolândia, na Zona Sul. Os dois atos começaram por volta das 9h.

O da Zona Sul ocorreu na Praça da Juventude, localizada no Conjunto Augusto Franco, e é realizado pela Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB). Segundo os organizadores, o ato reuniu cerca de 100 pessoas que protestam de forma pacífica em defesa da democracia, do direito a aposentadoria, emprego e liberdade do ex-presidente Lula.

Protesto no Bairro 18 do Forte, em Aracaju (SE) (Foto: Reprodução/TV Sergipe)

Fonte: F1/globo

M9

Leia Também