Tjnet dentro das matérias
Logo Diario X
Aqui tem a Verdadeira Notícia
15 de agosto de 2022
35º 25º
Coxim/MS

Saúde

O Brasil e os Países do BRICS como líderes mundiais na era dos cuidados preventivos de saúde

O que o Brasil pode fazer para obter desenvolvimento econômico gerando saúde para a população.

24 JUN 2022Por Redação/Emilly09h:07

O Brasil está inserido em uma aliança global com a Rússia, Índia, China e África do Sul no grupo BRICS. Essa aliança de nações está predestinada a liderar a transição histórica da humanidade em direção à saúde preventiva pelas seguintes razões determinantes: 

Acesse o conteúdo na íntegra clicando aqui.

Os países BRICS totalizam cerca de 25% do território mundial, o que lhes confere capacidade de ampliar o potencial de fornecimento de produtos destinados a saúde preventiva derivados da terra e do mar. 

Com uma população de mais de três bilhões de pessoas, os países BRICS compreendem mais de um terço da população mundial. 

Somente no Brasil, mais de 1,3 milhões de pessoas morrem a cada ano de ataques cardíacos e derrames, doenças praticamente desconhecidas em todo o reino animal. 

O Brasil e outras nações BRICS já possuem conhecimentos substanciais sobre saúde natural advindos da cultura popular, reconhecidos pela ciência. Esses conhecimentos devem ser partilhados a fim de fazer a humanidade avançar rapidamente em direção à prevenção e eliminação de doenças. 

Juntos, o grande território do Brasil e demais países BRICS oferecem um potencial quase ilimitado para o uso agrícola na produção sustentável de frutas e vegetais ricos em vitaminas. Além disso, as gigantescas costas marítimas podem ser utilizadas como fonte de recursos para obtenção de remédios naturais de base marítima, como óleo de peixe e algas. 

A produção e colheita desses produtos de saúde advindos da terra e do mar podem se tornar a base sustentável, segura e eficaz para um novo sistema nacional de saúde orientado para a prevenção. Tal modelo produtivo economizaria dezenas de bilhões de reais em comparação com os gastos atuais com a saúde pública. Ao mesmo tempo, a produção sustentável de alimentos naturais voltados para a saúde poderia impulsionar a indústria de exportação. 

Os BRICS poderão ser acompanhados por outras nações do mundo no sentido de se tornarem uma  contraposição pacífica à OTAN e outras alianças militares que estão buscando expandir-se globalmente.

Nessa visão globalizada o Brasil, juntamente com outras nações BRICS, se tornariam líderes mundiais na transição da humanidade rumo a erradicação das doenças evitáveis.

Cada estudo e pesquisa publicados sobre os benefícios dessa produção natural orientada à saúde preventiva exporia cada vez mais os interesses e as consequências genocidas do negócio farmacêutico com as doenças. Em qualquer parte do mundo, todos os espaços que produzem alimentos ricos em vitaminas seriam um trampolim para a Era da saúde preventiva. 

Essa iniciativa de saúde preventiva do Brasil e de outros países BRICS seria vista como um forte sinal para outros países se juntarem num movimento global.

Dr Matthias Rath - Por Fundação Rath, 06/2022. Publicado originalmente em https://health4all.org/pt-br/.

 

Mamma mia e impacto

Leia Também