Publicidade
Prefeitura de Coxim

Diário X

27 de janeiro de 2021
Aqui tem a Verdadeira Notícia
32º 22º
Coxim/MS
30º 21º
Campo Grande/MS
32º 20º
São Paulo/SP
29º 16º
Brasília/DF

Saúde

Leitos para Covid na capital já estão sendo ampliados, diz José Mauro

Secretário de saúde da capital relata providências para a segunda onda da pandemia

30 NOV 2020Por Redação/ Talyta Rodrigues09h:21

O secretário de Saúde da capital, José Mauro, detalhou agora a pouco ao JD1 Notícias as ações que estão sendo tomadas para enfrentar o aumento expressivo de casos positivos da Covid, puxados principalmente na faixa dos jovens, entre 19 a 39 anos.

Campo Grande registra 2.253 casos de Covid-19 ativos, segundo o último boletim epidemiológico divulgado. O município já registrou 762 óbitos causados pela doença.

Segundo o secretário, a estratégia para esse grupo é relacionada a monitoramento e testagem. “A gente teve um surto de internações de leitos de Centro de tratamento intensivo (cti), uma gravidade em relação a antes um pouco menor, eles ficam menos tempo internado, mas uma quantidade que praticamente dobrou nos últimos 15 dias o número de notificações, a estratégia está sendo monitoramento, testagem, ampliação de leitos e decretos com restrições.”, disse ao mencionar que foi à Brasília solicitar recursos para testes.

Sobre o aumento de casos, a maior preocupação é sobre organizar os leitos para dar melhor atendimento a população. “Temos que acompanhar esse crescimento, providenciar um suporte que tenha condições de absorver esse impacto. A gente teve um aumento expressivo de leitos, tivemos que diminuir o número de leitos destinados a esta doença por conta do aumento de outras doenças, diminuímos cerca de 250 leitos. Hoje já aumentamos mais dez leitos no Hospital Regional, essa semana aumentamos mais dez leitos, na próxima semana o regional vai de 80 para 109 leitos. O município enviou 27 médicos para poder cobrir casos de plantão CTI”,discorre o secretário.

O secretário conta que em cerca de duas semanas o Hospital do Pênfigo contará com mais 20 leitos, o Hospital da Santa Casa pode aumentar mais 2 leitos, e para o CTI serão mais 40 leitos na próxima semana.

Recurso para a Santa Casa
O secretário adjunto da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), Rogério Souto e o secretário de Finanças e Planejamento, Pedro Pedrossian Neto, estiveram na quinta-feira em Brasília (DF), para uma reunião com o assessor especial do Ministério da Saúde, Airton Antônio Soligo, onde solicitaram recursos financeiros no valor de  R$ 38 milhões de reais que poderão ser pagos em cinco parcelas de R$ 7,6 milhões para desafogar o Hospital da Santa Casa de Campo grande.

Por: Matheus Rondon – JD1 News

Publicidade
.

Leia Também