Prefeitura cg e coxim dentro das materias
Logo Diario X
Aqui tem a Verdadeira Notícia
30 de junho de 2022
30º 15º
Coxim/MS

Estado MS

Rota Bioceânica: Assinatura de convênios marca 1º Fórum Integração

26 MAI 2022Por Redação/EC19h:47

A integração entre Brasil, Paraguai, Argentina e Chile irá além de obras físicas para a ligação viária, mas também com acordos diplomáticos que facilitarão o desenvolvimento da economia e do turismo de todas as cidades em que a Rota Bioceânica impactará. Isso se dará por força dos convênios assinados nesta quinta-feira (26), durante a abertura do 1º Fórum Integração dos Municípios do Corredor Bioceânico, realizado na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS).

No evento realizado no Plenário Júlio Maia, o convênio “Cooperação Comercial, Econômica e Produtiva entre Municípios do Norte do Chile, Norte da Argentina, Chaco Paraguaio e Mato Grosso do Sul, Brasil” e o convênio de “Cooperação Institucional para a Constituição de um Comitê de Promoção Turística entre Municípios do Norte do Chile, Norte da Argentina, Chaco Paraguaio e Mato Grosso do Sul, Brasil” receberam assinaturas de autoridades dos quatro países envolvidos.

A credibilidade da iniciativa foi ressaltada pelo presidente da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul), Valdir Júnior (PSDB), também prefeito da cidade de Nioaque. “Quero parabenizar pela iniciativa, pois o que nos assegura a assinar esse convênio é ver todo um Parlamento em conjunto para poder fazer o diálogo com muita responsabilidade, cuidado e determinação. Não estamos contemplando apenas uma região, mas todo nosso estado e todo o país ganha com essa abertura de portas”, disse o representante dos 79 municípios do Estado.

Os convênios firmam, por exemplo, a troca de informações sobre produção, resultados de estudos técnicos, firma o encontro permanente entre autoridades dos países, cooperações em projetos, planos de execução e seguimento, expressa o interesse em estudos para utilização do turismo ferroviário, visa estabelecer contatos comerciais, financiamentos multilaterais, entre outros . 

O entusiasmo brasileiro foi resumido pelo prefeito da cidade de Bonito, Josmail Rodrigues (PSB). O local foi eleito por 16 vezes o Melhor Destino de Ecoturismo do Brasil, promovido anualmente pela revista Viagem e Turismo, e eleita o Melhor Destino de Turismo Responsável do Mundo, pela WTM Londres, uma das maiores feiras de turismo do mundo. “A importância desse convênio para Bonito, que é mundialmente conhecido pelo ecoturismo, vai fomentar demais a nossa cidade, por exemplo,  facilitando o acesso pela BR-419 que vai ligar a MS-345 com Porto Murtinho e fazer com que recebamos gente dos países vizinhos. Isso vai gerar muito emprego, renda, não só em Bonito, mas a região de Bodoquena, o Pantanal, todos vão ganhar, inclusive o agronegócio. Há 15 anos tínhamos pouca lavoura, hoje estamos chegando a 90 mil hectares de lavoura. Parabéns a todos os envolvidos”, destacou.

Para o prefeito de Nova Alvorada do Sul, José Paulo Paleari (PP), a importância da Rota Bioceânica é a ampliação da logística. “Nós, por exemplo, estamos entre Campo Grande e Dourados, as duas principais cidades do estado e também no encontro de duas BR que ligam o estado, a BR-163 e com a BR-267. Somos uma alternativa para todo o fluxo que passa por lá e ter esse benefício da Rota é um privilégio. É desenvolvimento, progresso e competitividade com as commodities no mercado asiático”, argumentou.

Fernanda Kintschner e Fabiana Silvestre/Agência ALEMS

Mamma mia e impacto

Leia Também