Publicidade
Point do suco

Diário X

26 de julho de 2021
Aqui tem a Verdadeira Notícia
36º 20º
Coxim/MS
34º 19º
Campo Grande/MS
28º 13º
São Paulo/SP
26º 13º
Brasília/DF

Boca Pequena

EM PAPOS DE ARANHA

30 MAR 2021Por Redação/TR17h:00

Ex-vereador de cidade da região Norte, que não conseguiu êxito na reeleição, obtendo votação inexpressiva, está literalmente em papos de aranha. Órgão de controle e fiscalização do dinheiro público - "pegou" -  exemplarmente suas prestações de contas com a famosa verba indenizatória e constatou que o dito cujo exagerou nos gastos com combustíveis, extrapolando os limites toleráveis. 

O Ministério Público Estadual (MPE) fez um simples cálculo, chegando à conclusão de que a "excelência" enquanto detentor do mandato legislativo, se utilizasse um veículo econômico (popular) andando 24 horas por dia, nos sete dias da semana, nos 30 dias do mês e nos 4 anos de mandato, não poderia ter parado um só minuto para ainda tentar justificar os exagerados gastos com a verba indenizatória - no consumo de combustíveis - pagos com o suor do escaldado contribuinte. 

Será que está aí a justificativa para a não reeleição do camarada!? 

Ficando os quatro anos dentro do carro, com ar condicionado, andando prá lá e prá cá, até mesmo se deslocando várias vezes para outros Estados, realmente não teve tempo para - de vez em quando - descer do carro, conversar com o eleitor, visitar os amigos, colegas e quem sabe até refazer algumas promessas de empregos e melhorias para o bairro, situação rotineira no período de campanha eleitoral. 

Se condenado, o jovem político terá que deixar o cargo para o qual foi recentemente nomeado, tornando-se inelegível por vários anos, ficando impedido de ocupar função pública e, podendo até ser obrigado a ressarcir os cofres públicos. 

Que pena, poderia ter um futuro promissor na política, mas se deixou influenciar pelas benesses do poder.

Publicidade
Chicão

Leia Também