Diário X

23 de outubro de 2018
Aqui tem a Verdadeira Notícia

Profissões

Oferta de vagas de trabalho cresce 74% em Campo Grande no ano

Neste ano foram oferecidas 2.366 oportunidades de trabalho

12 OUT 2018Por Redação/TR18h:00

Número de vagas de emprego captadas pela Fundação Social do Trabalho (Funsat) entre empresas cresceu 74,1% em Campo Grande de janeiro a agosto deste ano, passando de 2.366 postos ofertados, no mesmo período de 2017, para 4.120 oportunidades. O número de colocados no mercado de trabalho por meio do sistema de intermediação de mão de obra da Fundação também aumentou, de 906, em 2017, para 1.418 neste ano, o equivalente a um incremento de 56,5%.

Serviços, seguido da construção civil, comércio, doméstico e rural, são os setores que mais estão contratando na Capital. Já no ano passado, as vagas foram puxadas pelo comércio, construção, serviços, doméstico e rural.

De acordo com o diretor-presidente da Funsat, Cleiton Franco, os números refletem a intensificação das ações para captação de vagas entre o empresariado da Capital, além do atendimento às demandas dos novos empreendimentos que estão se instalando ou ampliando operações no município, beneficiadas por incentivos fiscais.

“Fizemos uma política para captação de vagas, entre empresas, frigoríficos, call center e o comércio em geral. O empregador tem a Funsat como um (setor de) recursos humanos. Nós captamos, treinamos essa mão de obra e encaminhamos para ele. Fazemos a relação e mandamos para ele somente o profissional que ele pede. Assim traçamos o perfil que o mercado quer e também levamos qualificação para o trabalhador”, explicou.

O maior número de vagas ofertadas é para vaga de operador de call center — “recebemos, em média, 160 vagas por dia” — , além dos serviços de mão de obra em construção e reforma, que incluem pedreiro, eletricista, encanador, azulejista, entre outras funções, mas na intermediação de vagas da Funsat também há oportunidades de emprego em atividades que requisitam o ensino médio, curso técnico e até mesmo ensino superior completo, como técnico em segurança do trabalho, advogado e engenheiro ambiental. “Hoje (ontem), por exemplo, há ofertas para eletricista, mecânico de carros, motorista de caminhão, operador de máquinas, costureira”, enumerou.

Perfil

Dentre os critérios que compõem o perfil médio solicitado pelos empregadores, está o candidato ter ensino médio completo e seis meses de experiência. A média salarial gira em torno de R$ 1,1 mil a R$ 1,5 mil, embora eventualmente a Funsat receba oferta de vagas com salários de R$ 1,8 mil a até R$ 3 mil, porém oportunidades de emprego com salário nesse patamar são poucas. Em relação à localização, a maioria das vagas ofertadas ainda é na região central — “nos bairros, a intermediação é muito rápida e muitas vezes nem passa pelo sistema de emprego”, explicou.

Somente na quarta-feira desta última semana, havia 241 vagas ofertadas por 63 empresas, cenário bem diferente de um ano atrás. “Quando começamos, havia quatro empresas. A gente avalia que havia descrédito por parte dos empresários em buscar a Funsat”, comentou. À medida em que essa credibilidade vem sendo recuperada, com a intensificação dos trabalhos de captação de vagas, até mesmo no “porta a porta”, avalia Cleiton Franco, também está aumentando a oferta de vagas, por intermédio das novas empresas que estão se instalando na Capital, beneficiadas por incentivos fiscais.

“Nesse mês, temos uma empresa que vai inaugurar (empreendimento) em Campo Grande, com 95 pessoas contratadas. Também há oportunidades abertas pelas franquias. Uma delas, de restaurantes, contratou 21 pessoas e depois encaminhou esses funcionários para treinamento em Curitiba (PR), onde tem sede, tudo a custo zero”, contou.

Fonte: Correio do Estado – Daniela Arruda

Enquete

Qual curso você gostaria que o Campus de Coxim da UFMS ofertasse?
Publicidade
Banner Parceiros

Leia Também