Diário X

15 de novembro de 2018
Aqui tem a Verdadeira Notícia

Polícia

Dois são presos de fachada usada como entreposto de maconha

Três toneladas da droga e quatro carros foram encontrados em empresa que funcionava no Parque Alvorada, região oeste

14 SET 2018Por Redação/TR08h:00

Uma empresa reciclagem de lubrificantes estava sendo usada como fachada para esconder um entreposto de maconha em Dourados, a 233 km de Campo Grande. O depósito foi descoberto na tarde de na quinta-feira (13) pela Polícia Militar na Rua Cláudio Goelzer, 630, no Parque Alvorada, região oeste da cidade.

Na TG Grax, que ostenta no muro as logos de marcas famosas, como Ipiranga e Girux Lubrificantes, os policiais apreenderam três toneladas de maconha e quatro veículo – uma Toyota Hilux, uma picape Fiat Strada, um Gol e um Vectra.

Foram presos no local Jackson Soares, 23, e Jeferson Antônio da Silva, 25. Adesivos da empresa com números de contatos de Dourados e Criciúma (SC) também foram encontrados na casa.

De acordo com a PM, o entreposto foi descoberto em investigação da ALI (Agência Local de Inteligência). Após receberem denúncia anônima, os policiais passaram a monitorar o local e hoje prenderam a dupla. Os dois acusados foram levados para a 1ª Delegacia de Polícia Civil e estão sendo ouvidos.

Jackson mora em Cascavel (PR) e Jefferson é de Orlândia (SP). Eles alegam que foram contratados para abrir a empresa de reciclagem de óleo em Dourados. No local eles tinham como tarefa pesar a maconha e carregar a droga nos carros enviados para Minas Gerais, Goiás, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul.

A dupla alegou que recebia R$ 5 por quilo para deixar a maconha armazenada na empresa de fachada. Quando preparavam os carregamentos ganhavam “um dinheiro a mais”. (Colaborou Adilson Domingos)

Fonte: Campo Grande News - Helio de Freitas, de Dourados

Enquete

As redes sociais influenciaram na decisão do seu voto?
Resultados
Publicidade
Banner Parceiros

Leia Também