Diário X

21 de novembro de 2018
Aqui tem a Verdadeira Notícia

Estado MS

Grávida foi sequestrada em plano de vingança a "troca de casal"

Os dois suspeitos estão presos e o irmão da vítima, um adolescente de 16 anos, apreendido por envolvimento do crime

10 NOV 2018Por Redação/TR04h:40

A jovem de 20 anos sequestrada e mantida em cárcere privado na zona rural de Iguatemi, a 466 km de Campo Grande, foi vítima de um plano de vingança arquitetado pelo ex-companheiro dela junto da ex-mulher do seu atual marido. Tudo começou, segundo as investigações, com uma "troca de casal".

Os dois suspeitos estão presos e o irmão da vítima, um adolescente de 16 anos, apreendido por participação no crime. Ao Campo Grande News, o delegado Pablo Ricardo Campos dos Reis, responsável pelo caso, explicou que antes de se relacionarem, a jovem e o atual marido, moravam com os autores do sequestro no sítio de um assentamento de Iguatemi.

Segundo as investigações, a jovem vítima do sequestro era casada com Bruno Rodrigues Laurindo, de 20 anos, enquanto o atual companheiro vivia com Nelcy de Souza, de 56 anos.

Durante a convivência, a jovem agredida acabou se envolvendo com o companheiro de Nelcy e decidiram então, deixar o sítio para morar juntos em Eldorado - a 447 quilômetros da Capital.

Para a polícia, Bruno e Nelcy confessaram que, inconformados com a “troca”, planejaram o sequestro da grávida de 4 meses. Para isso eles convidaram o adolescente e um quarto suspeito, que foi o responsável por dirigir o carro durante a fuga.

A jovem inicialmente foi levada para o sítio em que todos moravam juntos, lá foi amarrada e transferida para o cativeiro, um racho na área rural de Iguatemi. Lá ela foi tortura e estuprada por Bruno. Através de denúncias, a polícia chegou ao local na manhã de quarta-feira, resgatou a vítima e prendeu Bruno em flagrante.

Em depoimento ele afirmou que amava a vítima e não aceitava o fim do relacionamento. Na tentativa de fugir das agressões, a mulher atingiu o ex-marido com água quente, provocando queimaduras pelo corpo dele. Na casa em que a vítima estava os policiais ainda encontraram um carregador e sete munições.

Bruno e Nelcy respondem por sequestro, posse ilegal de munição e corrupção de menor. O homem ainda é indiciado por tentativa de feminicídio, tentativa de aborto, estupro e tortura. O adolescente, que também confessou a participação nos crimes contra a irmã é investigado pelo sequestro e pela posse ilegal de munição.

O caso

Na tarde de terça-feira, por volta das 15h, o rapaz, que não teve a idade divulgada, aproveitou que o atual marido da jovem foi trabalhar. Na casa estavam a mulher e sogra. Segundo a polícia, ele fez ameaças à sogra da vítima e levou a ex-mulher do local até uma casa na área rural de Iguatemi.

No local, agrediu a mulher e a estuprou durante a noite. Agora a polícia tenta identificar o quarto envolvido no crime, o motorista do carro.

Fonte: Campo Grande News - Geisy Garnes

Enquete

As redes sociais influenciaram na decisão do seu voto?
Resultados
Publicidade
Banner Parceiros

Leia Também