Diário X

15 de novembro de 2018
Aqui tem a Verdadeira Notícia

Eleições 2018

Em encontro com candidato a Governo, Famasul destaca demandas em logística e segurança jurídica

O evento foi realizado na quarta-feira (12), na sede da Casa Rural, com representantes dos setores produtivos

14 SET 2018Por Redação/TR15h:15

A segunda agenda do “Encontros com a Produção” foi realizada na quarta-feira (12), na sede do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, com o candidato Odilon Oliveira. Durante o evento, o presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito, apresentou as principais demandas do agro de Mato Grosso do Sul.

Odilon foi recebido por Mauricio Saito, pelo presidente da Fiems, Sérgio Logen; da Fecomércio, Edison Araújo; da Faems, Alfredo Zamlutti; e pelo superintendente do Sebrae/MS, Claudio Mendonça.

Saito reforçou a importância de uma logística eficiente para alavancar o agro no estado. “É necessária a melhoria de infraestrutura para garantir esse aumento de produção e produtividade no meio rural”. O presidente da Famasul acrescentou ainda: “Em um Estado de referência na agropecuária, precisamos garantir a segurança jurídica aos nossos produtores”, enfatizando a importância desse tema para o setor.

Sobre a sanidade animal em Mato Grosso do Sul, Saito afirmou: “Em relação ao desafio do setor pecuário em obter, até 2021, o status de livre de aftosa sem vacinação, é importante a atuação do poder público devido à extensão de 700 quilômetros de fronteira seca, que divide nosso estado de países vizinhos”.

Mauricio entregou ao candidato o documento denominado ‘Contribuição do Agro para o Desenvolvimento Socioeconômico de MS’ , elaborado a partir dos levantamentos realizados com as entidades do setor e pelas demandas levantadas nas mais de 130 comissões, câmaras e conselhos, estaduais e nacionais, nas quais a Famasul representa os produtores rurais de MS.

Após a apresentação dos presidentes das federações, o candidato afirmou: “Assisti aqui a uma verdadeira aula e isso traz uma profunda reflexão. O estado tem que ser eficiente e isso significa redução de custos. Mas precisamos também estabelecer prioridades. No agro, os especialistas são vocês [produtores rurais]”.

Participaram do evento, o vice-presidente da Federação, Luís Alberto Moraes Novaes; o presidente da ABPO, Leonardo Leite; o presidente da Aprosoja/MS, Juliano Schmaedecke; o presidente do MNP e diretor do Sindicato Rural de Campo Grande, Rafael Gratão; o presidente da Reflore MS, Moacir Flores; o presidente da Avimasul, Adroaldo Hoffman; o presidente da  Associação Novilho Precoce, Nedson Rodrigues; e os reitores da UFMS, Marcelo Turini e da UEMS, Fábio Edir dos Santos Costa; o presidente da Sulcanas, Alexandre Garcia; o vice-presidente da Asumas, José Alberto Pinesso.

Odilon de Oliveira foi o segundo candidato a governador a reunir-se com representantes da Fiems, Famasul, Fecomércio, Faems e Sebrae/MS para ouvir as reivindicações do setor produtivo e apresentar as propostas para a indústria, comércio, agropecuária e micro e pequenas empresas do estado. O primeiro foi o candidato a reeleição, Reinaldo Azambuja (PSDB) e o próximo candidato será Júnior Mochi (MDB). Nessas reuniões, as entidades entregam o caderno de medidas de curto e longo prazo, que foram pensadas em conjunto para o desenvolvimento da economia estadual, para serem implantadas pelo próximo governante.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul - Ana Brito / Diego Silva

Enquete

As redes sociais influenciaram na decisão do seu voto?
Resultados
Publicidade
Banner Parceiros

Leia Também