Diário X

15 de novembro de 2018
Aqui tem a Verdadeira Notícia

Eleições 2018

Em debate na Fetems, Odilon reitera que educação é prioridade de seu governo

Cinco candidatos ao governo do Estado estiveram no evento, menos o governador Reinaldo Azambuja

14 SET 2018Por Redação/TR00h:00

O candidato ao governo de Mato Grosso do Sul pelo PDT, juiz Odilon de Oliveira, participou na tarde desta quarta-feira (12), do debate entre os postulantes a vaga na sede da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande. Durante o evento, o pedetista também recebeu as reivindicações de várias categorias que estiveram no evento. Ele reiterou que só por meio da Educação é possível transformar a sociedade e a vida das pessoas, como transformou a dele.

Além do juiz Odilon, participaram também do debate os candidatos Júnior Mochi (MDB), João Alfredo (PSOL), Humberto Amaducci (PT) e Marcelo Bluma (PV). O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e candidato a reeleição não compareceu ao evento porque estava na sede da Polícia Federal prestando depoimento por conta da Operação Vostok, deflagrada na manhã desta quarta-feira.

Na oportunidade, integrantes do Fórum dos Servidores do Estado, representantes indígenas, Conselho Estadual de Saúde, Conselho dos Diretores das escolas e a própria Fetems entregaram documentos com as reivindicações das categorias para os candidatos. Entre os pedidos estavam a não terceirização da saúde e o ensino das línguas indígenas nas escolas.

Durante seu discurso inicial, Odilon relembrou a infância difícil e a importância da educação na sua vida, que após ser alfabetizado conseguiu transformá-la e fazer uma carreira de sucesso no judiciário. O candidato também expôs algumas de suas propostas para a educação.

“Já fui professor durante 6 anos, retirante da seca, assentado até os 16 anos e fui alfabetizado nessa idade. Naquela época ninguém tinha oportunidade que hoje o Brasil oferece, porém precisamos, é claro, de muitas mudanças. Só a educação transforma as pessoas para o bem, nenhum país se desenvolve economicamente e socialmente se não passar a ouvir vocês professores. Temos que valorizar o professor e os servidores administrativos, que ganham uma miséria. Temos que profissionalizar o ensino médio, garantir acesso à escola de tempo integral e outras coisas”, declarou.

Fonte: Juiz Odilon site

Enquete

As redes sociais influenciaram na decisão do seu voto?
Resultados
Publicidade
Banner Parceiros

Leia Também