Diário X

21 de novembro de 2018
Aqui tem a Verdadeira Notícia

Campo Grande MS

Visando segurança e agilidade nos serviços, Prefeitura da Capital implementa telefonia fixa digital

9 NOV 2018Por Redação/TR06h:21

A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Agência Municipal de Tecnologia da Informação e Inovação (Agetec), está implantando em todas as secretárias o sistema de telefonia fixa digital. A medida visa trazer mais segurança e eficiência nos serviços prestados aos cidadãos. Regiões que antes não tinham internet e telefone de boa qualidade, como Anhanduí e Rochedinho, estão superando os problemas com a nova tecnologia.

O investimento na telefonia fixa digital  traz ainda economia, já há casos em diversas secretarias onde houve a redução de 10% a 20% nas contas de telefonia nos meses seguintes a instalação da telefonia fixa digital. Ganhou-se também agilidade na entrega dos serviços e na segurança da informação.

Além disso, o sistema tem uma gestão descomplicada que permite a Prefeitura ter controle total de seus Call Centers, podendo ter relatórios diários do tempo médio de atendimento, tempo de espera, taxa de abandono, call back (quando a própria central retorna quando todos os ramais estão ocupados), nível do serviço, taxa de conversão e contato com a pessoa certa.

Para o diretor-presidente da Agetec, Paulo Fernando Cardoso, a que está sendo feito hoje na área de telefonia é uma revolução tecnológica.

“Nessa gestão a tecnologia está sendo levada a sério, principalmente porque os investimentos feitos são para ajudar toda a prefeitura. Seja em sistemas, em telefonia, segurança dos dados, transferência dos dados, tramitação dos documentos, e nós como Agência de Tecnologia estamos trabalhando para evoluir o máximo possível. Com a telefonia fixa digital, os prazos para atendimento das secretarias são muito mais rápidos, antigamente se esperava até 20 dias úteis para a instalação de um simples ramal. Além disso, a tecnologia analógica não tem a segurança que a digital tem”, avalia.

Outra vantagem é a descentralização da gestão, onde fica mais fácil verificar de onde vem cada chamada e cada secretaria pode pagar pelos seus custos. Há possibilidade de trabalhar com centrais telefônicas, como no Call Center da Sefin, onde são feitos o trabalho de recuperação de crédito.

“Se fossemos comprar uma central telefônica para isso haveria um investimento de quase R$ 300 mil. Com a telefonia digital, montamos isso em 3 dias e já começou a operar”, conta Jefferson Pinheiro –  servidor da Agetec.

Agora, ressalta Paulo Fernando é preciso apenas a adesão dos usuários.

“Grandes players do mercado usam essa tecnologia. O Ministério da Ciência e Tecnologia já está utilizando essa tecnologia, a Prefeitura também tem que avançar e economizar”, finaliza.

A nossa expectativa é que até o inicio de 2019 todas as secretarias estejam utilizando a tecnologia digital.

Fonte: Notícias CG - Victor Hugo Ortiz  

Enquete

As redes sociais influenciaram na decisão do seu voto?
Resultados
Publicidade
Banner Parceiros

Leia Também