Diário X

21 de novembro de 2018
Aqui tem a Verdadeira Notícia

Brasil

Família morta em queda de avião em Patos de Minas é enterrada em Varginha

Casal e três filhos foram enterrados na cidade na manhã de terça-feira (6). Seripa investiga o que pode ter causado o acidente.

7 NOV 2018Por Redação/TR11h:12

Os corpos da família que morreu em um acidente aéreo em Patos de Minas, no Alto Paranaíba, foram enterrados em Varginha, no Sul de Minas na terça-feira (6). Parentes e amigos se reuniram na sede da Associação Médica durante toda a madrugada e o início da manhã e seguiram em cortejo até o Cemitério Municipal, onde foi feito o sepultamento por volta das 10h.

O casal de médicos Marcos Nogueira Chagas, 45 anos e Carla Giannine Pereira Medina, 44, e os filhos, sendo duas meninas de 8 e 10 anos e um menino de 12 anos, morreram no fim da manhã de domingo (4). A aeronave da família caiu em uma região de pasto cerca de um quilômetro do aeroporto local.

Segundo o irmão do piloto, o médico Marcos Nogueira Chagas, de 45 anos, essa foi a primeira vez que a família toda havia vindo de Brasília para passear na cidade. O piloto, que era natural de Varginha, já tinha vindo outras vezes no avião, mas nunca com a família inteira.

O acidente

A queda foi registrada por volta das 11h30 em um pasto próximo ao aeroporto de Patos de Minas. Testemunhas disseram que a aeronave sobrevoava o aeroporto rápido e a baixa altitude.

O avião era um monomotor modelo RV-10, de 2013, fabricado pela Flyer Indústria Aeronáutica. A capacidade máxima do avião era de três passageiros e o piloto. Mas segundo a Agência Nacional de Aviação (Anac), o avião poderia transportar o peso máximo de 1.224 quilos. A aeronave era de propriedade do médico Marcos Nogueira Chagas.

Dois investigadores do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa) - órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) - estiveram no local na tarde de segunda-feira (5) e devem preparar um laudo sobre as causas prováveis da queda.

Os restos da aeronave, que era segurada, foram liberados para serem removidos pela família do piloto e serão levados para um galpão em Patos de Minas, onde ficarão até que a seguradora faça a destinação do material.

Fonte: G1 Sul de Minas — Varginha, MG

 

Enquete

As redes sociais influenciaram na decisão do seu voto?
Resultados
Publicidade
Banner Parceiros

Leia Também