Diário X

16 de julho de 2018
Aqui tem a Verdadeira Notícia

Agronegócio

Soja e Milho: USDA deve trazer aumento de produção, produtividade e estoques nos EUA

12 JUL 2018Por Redação/TR08h:27

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) chega com seu novo boletim mensal de oferta e demanda nesta quinta-feira, 12 de julho, e poderia, segundo explicam analistas e consultores internacionais, trazer mais pressão para os preços na medida em que as expectativas do mercado se confirmem. 

"Enquanto o milho está em plena polinização e a soja está florescendo, o boletim desta quinta-feira pode mostrar estimativas maiores do USDA para os estoques finais da nova safra das duas culturas", acredita Todd Hultman, analista de grãos da DTN The Progressive Farmer. 

O executivo explica que o departamento deverá se valer das condições de clima nas regiões produtoras para ajustar seus números nesse reporte de julho, distante do que é esperado para agosto, quando os dados são corrigidos com base em dados coletados a campo. Assim, são esperadas também revisões para cima nos números de produtividade, uma vez que o quadro climático tem permitido um bom desenvolvimento das plantações. 

EUA - Produtividade e Produção

A média de produtividade esperada pelo mercado para o milho é de 183,37 sacas por hectare, em um intervalo de 180,55 a 187,77 sacas. No mês passado, o número veio em 182,01 e, na safra anterior, ficou nas 184,73 sacas por hectare. 

No caso da soja, a média das expectativas do mercado é de 54,7 sacas por hectares, com os números podendo variar entre 53,56 e 56,04 sacas/ha. No reporte de junho, o rendimento da oleaginosa foi estimado em 54,35 scs/ha e na safra 2017/18 foi de 55,03. 

Dessa forma, se espera um aumento na estimativa da produção de milho de 356,64 milhões de toneladas, de junho, para 364,03 milhões. O intervalo das projeções fica entre 356,76 e 376,78 milhões de toneladas. Na temporada anterior, os EUA colheram 370,96 milhões de toneladas do cereal. 

A produção de soja deverá ser estimada, segundo as expectativas, em 117,82 milhões de toneladas, contra o número anterior de 116,48 milhões. As expectativas variam entre 115,75 e 120,56 milhões de toneladas. A colheita da safra velha foi de 119,53 milhões. 

EUA - Estoques finais 

Com isso, os estoques finais da nova safra americana também devem subir. 

No caso do milho, o número poderia subir de 40,06 para 44,02 milhões de toneladas, que é a média esperada pelo mercado. As expectativas variam de 38,1 a 51,36 milhões de toneladas. 

Já os estoques finais de soja poderiam ficar em 13,36 milhões de toneladas, contra as 10,48 milhões estimadas em junho. O intervalo esperado pelos traders é de 10,48 a 19,11 milhões de toneladas. 

Da safra velha, os estoques também deverão ser corrigidos, mas de forma bem mais tímida. 

Para o milho se espera uma média de 53,5 milhões de toneladas - em projeções variando de 52,07 a 55,3 milhões de toneladas - contra a estimativa de junho de 53,39 milhões. 

No caso da soja, o número deve passar de 13,74 para 13,8 milhões de toneladas. As expectativas variam de 13,01 a 14,48 milhões de toneladas. 

Mundo - Produção 2017/18

No cenário mundial, a produção de milho do Brasil é esperada entre 79,2 e 85 milhões de toneladas, com média de 83,1 milhões. Em junho, o número veio em 85 milhões de toneladas. Para a Argentina, as expectativas variam de 32 a 33 milhões de toneladas, com média de 32,7 milhões e contra as 33 milhões estimadas no mês passado. 

Para a soja, a média esperada para a produção brasileira é de 118,9 milhões de toneladas, em um intervalo de 117,4 a 120 milhões. No último boletim, a estimativa veio em 119 milhões. 

Mundo - Estoques Finais

Para os estoques finais mundiais de milho da safra velha se espera algo entre 188 e 193 milhões de toneladas, com média de 191,3 milhões. Em junho, o número ficou em 192,7 milhões. Para a soja, a média das projeções é de 88,6 milhões de toneladas, com um intervalo entre 85,6 e 92 milhões. A estimativa anterior foi de 57 milhões.

Já da safra nova, são esperadas para o milho algo entre 151 e 163 milhões de toneladas, com média de 156 milhões e contra as 154,7 milhões de toneladas estimadas no mês passado. Sobre a soja, os números variam entre 89 e 94 milhões de toneladas e têm média de 88,6 milhões. Em junho, o USDA estimou 87 milhões de toneladas. 

Por: Carla Mendes - Notícias Agrícolas

 

Enquete

Qual das seleções abaixo é favorita para levantar a taça da Copa do Mundo FIFA 2018?
Publicidade
Banner Parceiros

Leia Também